sexta-feira, março 05, 2010

Ciao!!!

Não pensem que eu surtei dizendo que faria uma coisa - o fim de semana do início do exorcismo dos Fortunes - e fiz outra. Sim, podem acreditar, este livro é integrante da saga ENORME e INTERMINÁVEL da Família Fortune. E eu o li sem saber disso. E olhei de novo agora só para completar. Eu não sei a qual outra etapa da série pertence – com certeza não é dos doze primeiros livros, os únicos que li (e pretendo ler). Vamos ao que interessa:

Paixão Incontrolável – Peggy Moreland – Momentos Íntimos 116
(Groom of Fortune – 2000 – Silhouette Books)
Personagens: Isabelle Fortune e Link Templeton

A princesa dos Fortunes de Pueblo iria se casar… mas fugiu, abandonando o noivo no altar. Ela temia o futuro, porque descobrira a verdade sobre Brad, que era um assassino. E foi salva após um acidente pelo investigador Link Templeton, o mesmo que investigava o assassinato e havia prendido seu irmão. Agora, ela poderia fornecer a ele a prova que necessitava para prender o verdadeiro culpado. Ao mesmo tempo, ela era extremamente perigosa, porque derrubava as defesas dele uma a uma e Link poderia não resistir muito tempo à inocente e tentadora Isabelle...

Comentários:

- Isabelle é a menina mimada e protegida de tudo e de todos, além de resguardada do mundo cruel pelos Fortune. Fora seqüestrada quando criança e ficara traumatizada. Só não fora morta porque alguém denun-ciara de forma anônima o local do cativeiro e a polícia pode salvá-la. Anos depois, ela desapareceu por conta própria sem explicações aos pais no dia do casamento – porque descobriu que o noivo, Brad Rowan, era o culpado pelo crime pelo qual a polícia havia responsabilizado seu irmão Riley. E nem teria sido um casamento por amor, porque ela apenas se sacrificaria em troca do platô Lightfoot, que era propriedade da família de Brad e ele se recusava a vender o terreno que fazia parte da história dos Fortune para eles.

- O bom samaritano da vez era Link Templeton, o investigador do assassinato em questão. O cara de pas-sado sofrido e sem um tostão furado no bolso (se comparado ao exagero do cofrinho dos Fortune), mas que tinha sede de Justiça e que já queria cuidar de Isabelle antes de saber que ela poderia ser o caminho que faltava para ele prender Brad Rowan. Ele só não contava em ter que resistir à tentação que a noiva virginal resolvera ser na vida dele e não sabe que vai demorar muito para que ele mande a responsabilidade às favas e se transforme no escravo sexual de aulas práticas de Isabelle...

- Ok, Kate Fortune aparece aqui, mas é mostrada como uma anciã sabe tudo com toques de cupido. Quem a lê aqui, pensa que ela é uma velhinha fofa que perdoou a infidelidade do marido e se aproximou dos filhos que ele teve fora do casamento, além de ter talento para casamenteira. Se você ler a série dos Fortune (os primeiros 12 livros) vai perceber que, de anciã ou velhinha fofa, Kate não tem nada.

- Essa dinastia começou com o casamento de Fiona e Joseph Fortune, no mesmo lugar onde, anos depois, Ben Fortune tendo um caso e dois filhos com Natasha Lightfood: Devlin e Hunter. Hunter é pai dos gêmeos Riley (casado com Angélica) e Shane (casado com Cíntia e pai de Bobbie) e Isabelle. Devlin é pai de Jason (que tem uma noiva não identificada) e Tyler (casado com Julie). E como vocês vão ler em breve, se tem uma família que eu não tenho a menor vontade de saber o desfecho é essa...

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Eu li esse. E gostei. Mas percebi que a árvore genealógica era enorme, fui pesquisar, encontrei uma série. Como não gosto de séries multi-autores, deixei pra lá, mesmo porque, a maioria dos livros não foram publicados.

    ResponderExcluir