sábado, janeiro 02, 2010

Ciao!!!

Este é outro post da série "Falta de Memória da Mulherzinha" - eu jurava que estes livros já estavam aqui no LdM. Na verdade, só o primeiro livro está em outro post sobre Nora Roberts, apesar de eu também ter conseguido o último da série... Aí, aproveitando a idéia da Harlequim de relançar a série, inclusive os livros que não tinham sido publicados em Português, finalmente corrigi esta falha de prioridades...

Divirtam-se!


Ronda Noturna - Nora Roberts - Momentos Íntimos 235
(Night shift - 1991 - Silhouette)
personagens: Cilla O'Roarke e Boyd Fletcher

A locutora Cilla O'Roarke corria perigo. Um homem a está atormentando, quer que ela pague por algo que ela nem sabe o que é e diz que vai matá-la. Embora ela não goste, a direção da rádio pediu a intervenção da polícia e os investigadores Boyd e Althea estão acompanhando o caso. Boyd Fletcher sempre foi encantado pela voz de Cilla e, ao conhecê-la, vê a chance de conquistá-la quando tudo acabasse. Ele só teria que vencer o trauma de Cilla com relação a polícia e o psicopata que pode pôr tudo a perder...

Curiosidade:

- Este livro apresenta os personagens que estarão em outros três dos quatro livros da série: Althea, a parceira de Fletcher; Deborah, irmã de Cilla e Natalie, irmã de Fletcher. O livro que fecha a série é o de Ally, filha de Boyd e Cilla.

- E para quem achou exótico, Cilla é diminutivo de Priscilla. Ela não gostava do nome e preferia o apelido que a tornou famosa nas noites de Chicago e Denver.

- Não sabemos se há alguma ligação entre as séries Noturna e Mortal. Talvez seja apenas coincidência uma série que tem personagens ligados à Justiça como protagonistas, sem contar o sobrenome Roarke. Talvez a partir desta série, Nora Roberts teve a idéia.

- O livro apresenta de uma forma bem legal a rotina de uma rádio (psicopatas à parte). Eu nunca fiz o trabalho de Cilla, mas conheço quem fez. E como o livro foi escrito antes da informatização das emissoras: haja cassete, LP e cartuchos!!! Para a galera acostumada com os "MPs" da vida, isso deve parecer algo da era paleolítica do som.

- Herói persistente + heroína resistente + uma cabana no meio do nada = Já viu como vai terminar, né?


Sombra da Lua - Nora Roberts - Rainhas do Romance 26
(Night Shadow - 1991 - Silhouette)
personagens: Deborah O'Roarke e Gage Guthrie

Deborah queria honrar a tradição dos pais de defender a Justiça e impedir a impunidade. Portanto, ela estava no lugar certo, porque o mal imperava em Urbana. Situação que ela, promotora da cidade, queria mudar. Para isso, acabou se colocando em risco e foi salva da morte - ou coisa pior - pelo herói misterioso da cidade, Nemesis. Ela não concordava com os métodos dele - confiava ainda na Justiça, sem precisar ser olho-por-olho-dente-por-dente. Ao mesmo tempo, ela conhece o bilionário Gage Guthrie, omem de passado misterioso, que não entende o significado de uma recusa e insiste em se aproximar, mesmo ela demonstrando claramente que não está interessada em conhecê-lo... Como os persistentes são recompensados, Deborah se encanta por Gage, mas também está fascinada por Nemesis. E fica a dúvida de como ela lidaria com esses dois homens e se esse triângulo amoroso não os tornariam vítimas dos malfeitores de Urbana.

Comentários:

- Saibam que este resumo no ar é o happy end de uma novela. Eu comprei esse livro na banca e quando virei a página 32, apareceu a 255! E as coisas voltaram ao normal na página 66! E quando cheguei na página 254 e virei... encontrei a 255. Ou seja, o livro que comprei veio com menos 34 páginas, logo no início... Escrevi um e-mail indignado para a Harlequim e para a comunidade Adoro Romanes-Yahoo e fui orientada a voltar à banca e trocar o livro. Fiz isso. Menos mal, recomecei a leitura feliz e contente, até virar a página 254 e encontrar a 33! Pois, sabe aquela história do raio não cair duas vezes no mesmo lugar...? Se tem alguma pessoa em todo o BRASIL capaz de comprar o mesmo livro duas vezes com defeito, só podia ser eu, né? Lá foi Roberta de volta à banca, chiar sobre a falta de controle da Harlequin e buscar o terceiro livro... o único que veio sem defeitos! Só assim pude ler a história até o fim na santa paz de nosso Senhor, amém!

- Eu já contei aqui que sou apaixonada por Super-heróis? Adoro! E o mais engraçado, quanto mais torturado, melhor. Não tenho paciência para o Super-Homem (apesar de ele ser jornalista), muito menos com o Homem-Aranha (sério, Peter Parker é fofo, mas é azarado demais. Tudo que pode dar errado com uma pessoa acontece com ele creeeeeeeeeeedo). Sou a garota do Batman. Ele é milionário, poderia se dedicar a tantas outras coisas e resolveu usar a inteligência e os próprios recursos para combater os criminosos e corruptos. Sim, vi a reprise daquela série da décvada de 60 cheia de BANG! POW! CRASH! E vi também todos os filmes. Até aqueles que não deveriam ter sido feitos. E estou esperando que o Christopher Nolan consiga o impossível: fazer algo melhor que O Cavaleiro das Trevas. Não duvido - afinal de contas, os coadjuvantes do filme são Morgan Freeman e Gary Oldman! E pena que ele e o cinema perderam o Heath Ledger, o Coringa que levou para as telonas o real significado de insanidade, medo e maldade. E além do Batman, quando estou em um daqueles momentos de muita raiva, ainda acredito que vou desencadear meu processo de mutação e descobrir que tenho algum superpoder. Aí Wolverine que se cuide!!! XD

Toda essa lenga-lenga é para chegar aos pontos bons: adorei a história do superherói - totalmente inspirado em Batman - tentando fazer justiça em uma cidade decadente repleta de corrupção - qualquer semelhança com Gothan City não será mera coincidência (veja Batman Begins e O Cavaleiro das Trevas se tiver dúvida). Onde estava escrito Nemesis, eu lia Batman.

- Aqui voltamos a um tema do primeiro livro: Herói persistente + heroína resistente = já viu como vai terminar, né?

- Outro ponto legal: ver como Deborah reagiu à perda dos pais. Já vimos no livro anterior que Cilla não absorveu o trauma. Deborah, ao contrário, o usou para dar sentido à sua vida (outro ponto semelhante com o Batman, cujo assassinato dos pais é o motivador para fazer Justiça quando a Justiça dos homens falha).

- Outro ponto útil: a identificação da série na capa = Série Noturna. Viu Harlequin, não dói ajudar as leitoras a serem pessoas felizes e organizadas sem confusão ou necessidade de tomar uma surra no Google para descobrir qual livro faz parte de que série e como estão relacionados.

- MAS... É, eu tenho que fazer algumas ressalvas, duas na verdade, que estão escancaradas na capa. Cá entre nós, que capa mais feia. Parece que a moça está beijando

a) A Fera, de A Bela e a Fera
b) um cachorro
c) as duas opções.
d) algo pior

Isso não é sexy. Não entendo nada de design, mas fico imaginando se não havia outra opção para executar a idéia que é até boa, só teve um resultado não muito agradável. Ora, Batman, quero dizer, Nemesis não parece com um bicho.

- E o outro porém: de onde saiu o título "Sombra da Lua"? O certo é "Sombra Noturna". Afinal de contas, a série é Noturna, e não "Da Lua" Affe!


Tramas da Sorte - Nora Roberts - Rainhas do Romance 29
(Nightshade - 1993 - Silhouette)
personagens: Althea Grayson e Colt Nightshade

Uma menina que fugiu de casa agora era vítima de um grupo que fazia pornografia com menores de idade. O investigador Colt Nightshade percebeu que o caso era muito sério e precisava do apoio da polícia - por isso, recorreu ao amigo Bolt Fletcher e pediu o melhor policial do grupo para ajudá-lo a encontrar Liz.E ganhou a companhia da fria e inflexível Althea. E na jornada em meio ao submundo, os dois vão se aproximando e sentindo uma grande atração. Então, Colt decide: após resolver o caso, ele teria outra missão de vida: levar Althea para o altar mais próximo. Para isso, só precisava dobrar a resistência dela antes...

Comentários:

- Agora, alguém me explica como "Nightshade" virou "Tramas da Sorte"? E pensar que o "Sombra da Lua" havia me deixado incomodada...

- A cada livro que leio, mais me convenço que a Série Mortal nasceu daqui. A Althea é uma policial com um grande trauma causado pela violência no passado. Colt se encanta com ela e resolve descobrir os mistérios, mas ela não está disposta a ajudar. Ele insiste, insiste, insiste até que ela o aceita. Isso te lembra alguém??? ^^

- Nora Roberts escreve uma história barra-pesada, envolve uso de pré-adolescentes para pornografia...

- E podemos acompanhar um pouco da rotina dos Fletcher - as crianças um pouco maiores, a desordem interna (incluindo a incapacidade de Cilla na cozinha - o que se torna até mesmo fonte de ameaças entre os personagens).


Névoa Noturna - Nora Roberts - Harlequin Rainha do Romance 33
(Night Smoke - 1994 - Silhouette Intimate Moments)
personagens: Natalie Fletcher e Ryan Piasecki

Alguém, literalmente, queria transformar todo o sonho, trabalho e projeto de Natalie em cinzas! Ela pretendia inaugurar uma nova fábrica da linha de lingeries Lady's Choice, mas um incendiário fazia o possível para colocar tudo a perder. Ela teria que deixar o INspetor Ry Piasecki trabalhar, apesar de não estar acostumada a ceder o comando a mais ninguém. Ry a achou aristocrática, elegante, controladora e incrivelmente atraente e sexy. Ele teria que ser muito hábil para conduzir a investigação, lado a lado com a tentação que era Natalie (e que ele estava disposto a ceder totalmente) e manter tudo e todos salvos até o final da história.

Comentários:

- Lembra de Nat, a irmãzinha de Boyd, citada lá em Ronda Noturna? Pois é, ela cresceu e apareceu - virou a executiva dos negócios da família, estava pretendendo ampliá-los, mas os atos de um incendiário estava colocando os planos em risco. E ela também se rende à formula Herói persistente + heroína resistente = faíscas pra todo lado.

- E nem pense que ficará com saudades, o bando dos livros anteriores aparecem aqui, sempre na linha "Crescei-vos e Multiplicai-vos": Boyd, Cilla e ninhada (ninhada incontrolável e encapetada), Gage, Deborah e bebê; Althea, Colt e a cegonha. Ah, sim, Nemesis também dá o ar da graça ^^

- Como esportista, devo ressaltar que a cena da quadra de basquete é de dar inveja (sim, queria imitar totalmente - talvez mudasse o esporte, um mano-a-mano no futebol também seria deveras interessante. Papai Noel, cadê o Luca? Ou o Sergio? Ou um dos homens do meu harém imaginário!)

- Ok, aqui fica indisfarçável a semelhança com a Série Mortal: livro começa com o ataque misterioso, protagonistas se encontram e se bicam na mesma proporção em que se atraem, as pistas vão levando a um culpado que estaria próximo acompanhando o andamento das investigações e das reações da vítima, por ter algum interesse (em poucas linhas, essa é a minha teoria para chegar ao culpado dos crimes na Série Mortal. Acho que falta alguma coisa aqui, mas ainda não consigo abrir os meus arquivos onde a teoria está escrita de forma completa)

- Narcisos! A constante menção a esta flor me fez lembrar do filme "Peixe Grande" (Big Fish, Tim Burton, 2003) quando Edward (Ewan McGregor, sim, tinha que ser ele, mas em minha defesa devo dizer que também adoro os filmes do Tim Burton) para convencer a Sandra (Alison Lohman) a se casar com ele, lota um pátio com narcisos, que são as flores favoritas dela. Devo dizer que se você não derreteu antes, na cena do amor-à-primeira-vista, aqui você vira maria-mole sem perceber e feliz da vida...



Paixão Obscura - Nora Roberts - Momentos Íntimos Extra 99
(Night Shields - 2000 - Silhouette)
personagens: Allison Fletcher e Jonah Blackhawk

Uma quadrilha estava agindo em Denver e todas as vítimas tinham em comum o fato de terem frequentado as casas noturnas do empresário Jonah Blackhawk. Por isso, a investigadora responsável pelo caso, Allison, assumiu um disfarce para trabalhar na boate mais badalada e tentar identificar os responsáveis pelos crimes. Jonah não gostava de nenhum tipo de autoridade, só não tinha horror a todos os policiais do mundo porque devia sua reabilitação ao chefe de polícia, Boyd Fletcher. Por isso e por querer limpar o nome de suas casas noturnas, aceitou que a filha dele se tornasse uma de suas garçonetes. O fato de haver uma atração entre os dois não deveria constar na equação, mas estava lá... E isso poderia colocá-los em risco no desfecho do caso policial e do relacionamento deles.

Comentários:

- Aqui se mantém a idéia da série: um insistente (ela) contra outro resistente (ele). Como ela é da família Fletcher, adivinha quem vence?

- É bem divertido acompanhar o surgimento de uma família e o que acontece com ela anos depois. É o que acontece com quem tem a chance de ler a série na ordem.

Para encerrar, pra ninguém achar que a cisma-teoria da origem da Série Mortal é minha, eis outro ponto de vista sobre o mesmo assunto:

"Four outstanding early Roberts tales"


Some of Nora Roberts' early works, the "Night" tales are hard to find. You find them in secondary bookstores used -- maybe -- and for very high prices. Here you have all four tales (four complete Silhouette novels) in one volume - Night Shift, Night Shadow, Nightshade and Night Smoke. They are some of the best of her early works and it's great to get them all under one cover.

Night Shift has Detective Boyd Fletcher assigned to protect Cilla O'Roarke. She is a nighttime talk Disc Jockey at a local Denver radio station whose life has been threatened. Cilla is a tough cookie, but even she knows she needs Boyd's help. While being her bodyguard, Boyd falls for her, which jeopardizes his objectivity he needs to catch the psycho. But he cannot deny the attraction.


Night Shadow is Cilla's sister's story. Deborah O'Roarke. Deborah is an assistant DA, and she gets into danger because of the case she's involved in. Gage and his alter ego Nemisis (think Daredevil with sight) see it as their duty to protect the gusty DA. The Fantasy element in this is outstanding and I love the strong leads.


Nightshade is the story of Boyd's ex-partner, Althea Grayson (we met her as she helped Boyd protect Cilla in Night Shift). She is an early Eve Dallas (...In Death Series -- the "role" model for Eve?) a very independent lass, who is a by the book cop. Sexy Colt Nightshade is a Private Investigator who disdains rules, unless he makes them up. They are both strong willed detectives with their own methods, and naturally clash - on the streets and in bed - as they are forced to work together to stalk a killer.

Night Smoke sees Natalie Fletcher, Boyd's sister clash with arson investigator, Ryan Piasecki. When several of the buildings Natalie owns has fires, she and Ryan clash, soon they are proving where there is smoke, there is indeed fire!

Four early Robert's tales guaranteed to delight her fans. Simply great reading!

Reviewed by DeborahAnne MacGillivray
Posted November 15, 2004

Bacci!!!

Beta

ps.: Capas dos 1º e 2º lançamentos retiradas do site Nora Roberts Brasil
Reações:

2 comentários :

  1. Renan7:49 PM

    Concordo com a sua teoria de que a série "Mortal" teve seu embrião em "Night Tales" (aliás, já tinha dito isso a Lidy há uns três anos), e inclusive acho que Cage é uma "prévia" de Roarke.

    ResponderExcluir
  2. Beta passei pra desejar um feliz ano novo, mesmo que atrasado^^ que 2010 seja uma ano de ótimas leituras =o*

    ResponderExcluir