sábado, outubro 03, 2009

Um aristocrata e uma jovem de princípios, por motivos diferentes, ambos estão contra a parede. E os seus caminhos se cruzam em péssimo momento, e como a paz de espírito dela dependia da boa vontade dele, a heroína não terá saída a não ser fazer o que ele quer... ou quase.

Herdeiros do Desejo - Chantelle Shaw - Paixão 117 (Amor e Inocência)
(The Spanish Duke's virgin bride - 2007 - Mills & Boom)
personagens: Grace Beresford e Javier Herrera

O pai de Grace havia cometido um erro, desviado dinheiro da empresa onde ele trabalhava - e por melhor que fosse o motivo, a princípio isso não tinha perdão. Ela tentou clemência junto ao dono do banco, multimilionário duque espanhol Javier Herrera. No entanto, ele não era conhecido como "impiedoso" à toa e já que precisava de um casamento para assumir a direção do banco que era seu por direito, resolveu unir o útil ao agradável: chantageou a filha do funcionário ladrão para que ela aceitasse subir ao altar com ele. Pelo bem do pai, Grace aceitou algo que iria contra seus princípios, mas não estava disposta a ser uma vítima submissa dos desmandos de seu marido...

Comentários:

- Estou para ver defensora da pureza mais declarada que Grace. Sério. Por um momento, achei que este livro era do final da década de 70 e início da década de 80, mas a data da publicação me fez crer que a autora apenas criou uma heroína que valoriza demais tudo aquilo que o herói acredita não existir: ela sonha com o amor eterno e único e ele não acredita no amor. Por isso, os dois se espezinham tanto e se sentem atraídos um pelo outro na mesma proporção.

- Claro que tem uma personagem chata que usa a fraqueza da mocinha e o comportamento "ah, ela não é capaz disso, é só uma criança" do mocinho para aprontar e tumultar a não tranquila relação entre eles.

- Momento protesto: LUCA NÃO É NOME DE CACHORRO! Obrigada.

- Sim, vingador quebra a cara, heroína reavalia seus princípios, vilazinha júnior se dá mal bla bla bla. Acho que estou meio mal humorada hoje. Essa mania recente de "Espanha" está me dando cada rasteira... humph...

Bacci

Beta
Reações:

3 comentários :

  1. Acreditem, Chantelle Shaw tem bons romances. O problema é que a Harlequin prefere lançar aqui os piores. E tem um anterior a esse, chamado "Fruto da paixão", que é pior ainda.

    ResponderExcluir
  2. O que leva uma autora a escrever um livro assim em pleno século XXI? Que medo.

    "Momento protesto: LUCA NÃO É NOME DE CACHORRO! Obrigada."
    Já vi que essa cidadã entrou na sua lista negra...

    ResponderExcluir
  3. Renan1:35 PM

    Mas tenho que reconhecer que, ao ler o livro, não cheguei a achar Xavier tão mau...

    ResponderExcluir