quarta-feira, setembro 16, 2009

Fonte: G1

16/09/09 - 14h08 - Atualizado em 16/09/09 - 15h03


Autora da série adolescente ‘Fala sério!’ lança novo livro na Bienal
Sucesso entre os jovens, Thalita Rebouças vendeu 350 mil exemplares.
‘Fala sério, pai!’ é o quinto título da série com a personagem Malu.

Do G1, em São Paulo

“Fala sério!”, expressão que os adolescentes costumam usar de forma debochada, tem um significado especial para a escritora carioca Thalita Rebouças, de 34 anos. A gíria dá nome à série de livros da autora, sucesso entre o público jovem, com mais de 350 mil exemplares vendidos no país. E nesta 14ª edição da Bienal no Rio, ela lança “Fala sério, pai!” (Editora Rocco), quinta obra da coleção que já conta com os títulos “Fala sério, amiga!”, “Fala sério, amor!”, “Fala sério, mãe!” e “Fala sério, professor!”
A série tem a adolescente Malu e seus dilemas juvenis como tema central. “A moçadinha adora acompanhar um personagem em continuações literárias. Está aí o Harry Potter para comprovar”, avalia Thalita, que este ano completa uma década de carreira. “É comum as meninas virem até mim para dizer ‘a Malu sou eu!’, tamanha a identificação que sentem”.
A escritora explica que o segredo do êxito de seus livros – que trazem uma seleção de crônicas com a personagem – está no fato de ela “não dizer o que as meninas devem ou não fazer. “Nunca escrevi o que é certo ou errado, nem tentei dar lição de moral”, analisa. “Mostro como a Malu age em determinadas situações, fazendo com que o leitor se coloque no lugar dela”.
Em “Fala sério, pai!”, Thalita escreve sobre passagens do relacionamento da protagonista com o pai, divorciado da mãe. “Na primeira metade dou voz ao Armando, o pai da Malu. Depois a narrativa segue toda sobre a ótica da menina”.
Além de lançar seu novo item da coleção na Bienal, Thalita também segue com a campanha “Ler é bacana”, que iniciou há dois anos e que já conta a adesão de outros escritores como Ana Maria Machado, Zuenir Ventura e Ziraldo. “Em minhas visitas às escolas, sempre era comum ouvir dos alunos a frase ‘ler é chato’.
Pensei em promover uma resposta a essa afirmação”, explica. “Nas palestras dou dicas de outros autores e falo de temas que despertam a atenção dos jovens na faixa dos 13 aos 16 anos”.
Na lista de escritores que a autora costuma indicar para seus leitores figuram três nomes: Fernando Sabino, João Ubaldo Ribeiro e Luis Fernando Veríssimo. “O adolescente costuma pegar implicância com a leitura. Nessa mesma idade, peguei gosto pela literatura lendo crônicas desses autores, por isso indico a eles, porque foi bom para mim”.
Reações:

Um comentário :

  1. Anônimo7:42 PM

    сайт бесплатно порновидео
    жесть видео бесплатно
    парнуха секс
    скачать бесплатное порно без
    скачать порно видео эротика бесплатно

    ResponderExcluir