segunda-feira, julho 13, 2009

Antes de qualquer outra coisa, Ludmila, precisamos ter uma conversa séria sobre qual parte de NÃO QUERO SABER O QUE ACONTECE você não entendeu ou ignorou? Só por curiosidade ^^ E nem adianta enrolar porque eu tenho a evidência em algum lugar no pc!
Estabelecido este ponto, vamos começar os trabalhos *risos* Primeiro, vamos situar as condições em que a leitura e a resenha aconteceram, porque acho que vou decepcionar algumas pessoas ao longo desta leitura (espero que não, mas nunca se sabe...)

* Não tiro férias há 2 anos e 1 mês (Quando setembro chegaaaaaaaaaar)

* Amanhecer chegou às minhas mãos depois do megaestresse com a elaboração, correção (e correção e correção e correção e correção e correção e correção e correção e correção e correção e correção e correção ... deu pra entender? sério, colocar o texto nas normas da ABNT dá mais trabalho do que escrevê-lo) e o envio de um artigo para um congresso de jornalistas. (Não, ainda não sei se fui selecionada. Um estresse por vez.)

* Ah, claro, destruí minhas unhas neste processo. Não no teclado. Roendo mesmo. Reflexo da infância, quando isso me acalmava. Agravado pelo fato de não ter nada doce, salgado, mastigável por perto (a pessoa tem vocação pra zumbi, porque só conseguia escrever à noite e revisar de manhã)

* Ah, sim, minha insônia voltou com força total. Isso será sentido em resenhas futuras (pelo menos descaradamente em uma outra que já está 90% pronta e só faltam detalhes para postá-la.
* O Botafogo se alojou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e 'garrou um amor pelo lugar, nem Jesus acendendo a luz indica a porta para eles. É maluco, mas meu mau humor futebolístico influi diretamente na forma como avalio (para pior) algumas atitudes nos livros. Entendam, eu preciso descontar em alguma coisa!

E especificamente sobre Amanhecer: eu desisti de brigar com o livro. Sério. Não adianta esperar por milagres.

Amanhecer - Stephenie Meyer - Intrínseca
(Breaking Dawn - 2009)
personagem: nhaaaaaaaah... Edward Cullen-Isabella "Bella" Swan

Ok, agora não tem saída - para conseguir o que quer, Bella terá que se casar com Edward. Ficar com sua alma gêmea imortal não era o problema, mas aturar toda aquela cerimônia (e os planos megalomaníacos de Alice para fazê-la inesquecível), ser o centro das atenções exigiria muito dela. E sem contar que, quando estivesse no altar, dizendo sim ao amor de sua vida/morte, não teria seu melhor amigo e única opção de padrinho. E Bella era feliz imaginando que estes seriam os únicos problemas que teria que enfrentar. Desta vez, as coisas evoluem de forma imprevista até mesmo para os vampiros e o desfecho pode significar o fim de tudo e de todos que ela amava. (Desculpa pelo resumo horroroso, estou tentando evitar spoilers)

Comentários:

Juro do fundo do meu coração que vou tentar escrever sem contar detalhes da história. Mas não me responsabilizo pelo que aparecer daqui pra frente. Leiam sabendo disso e não me xinguem.

- Lembram do super-resumo de Lua Nova: dá para considerar o Edward um idiota, a Bella uma estúpida e o Jacob um ótario? O resumo de Amanhecer seria a estupidez da Bella amplia o nível da idiotice do Edward e faz o Jacob virar um otário diplomado!

- É fato. A Bella é tão estúpida, mas tão estúpida que ela está errada mesmo certa. É complicado, mas avalia: que tipo de pessoa está errada mesmo quando tem razão? Só a Bella. E isso é muito irritante.

- Conselho: não leiam este livro de uma vez só. Pode te fazer mal. Se bem que ler a conta-gotas como eu li também não é recomendável se você não tiver outras coisas para ocupar seu tempo e ficar pensando o que pode acontecer na história...

- pergunta: por que a Bella faz tanto drama quando não tem motivo? Exemplo: se você tem alguém que organiza um casamento para você, resolve toda a parte chata para que você apenas apareça lá, linda, maravilhosa, deslumbrante, encantadora (sem competir com o bolo da festa ou parecendo a integrante mais nova da ala das baianas de alguma escola de samba), você reclama? Sério, essa nem eu reclamaria e olha que não sou do tipo "sonhando com altar desesperadamente". Preciso de uma Alice na minha vida.

- Gente, o Seth é muito legal. Até a Leah é legal. (pausa pra refletir.) É, eu finalmente consegui entender mesmo o lado dela. Vou fazer uma associação dos enjeitados anônimos na literatura... Reuniões tipo MADA. Quem sabe não superam juntos o tormento da vida de "segundo plano"?

- Pergunta nada a ver: Por acaso em Lua Nova - o filme, alguém fez o favor de cortar aquele cabelo de Mortícia que puseram no Jacob????

- Edward, eita menino mal do século... Tudo é motivo para sofrer. E daí que Bella ficou com algumas manchas roxas? Passa Gelol que passa! Gastou energia à toa quando precisava para o dramalhão mexicano que viria depois. Muito século 19 esse menino, não sei como morreu de gripe espanhola - pela lógica, deveria ter sido tuberculose (ou vai dizer que você nunca imaginou o Edward um daqueles frágeis espíritos românticos até o último cantinho que se tornavam presas fáceis da peste branca?)

- Sim, é verdade, a estupidez da Bella causa efeitos colaterais no Edward! Não sei o que foi pior: ele propor ou o Jacob considerar a insanidade (para quem leu, a proposta sobre cachorrinhos. Lidy, respira fundo e toca o barco, digo, continua lendo...)

- Alice e Jasper, dois dos meus favoritos, desaparecem um tanto da história (chuif) mas são fundamentais para o desfecho.

- Não queria ser lobisomem e ter que aturar um bando de gente compartilhando e dando pitaco nos meus pensamentos. Já aturo gente demais dando pitaco sem saber o que estou pensando, imagina aquela festa da uva mental. Que bom que eu, garota normal, teria saído correndo lá no primeiro livro sem olhar para trás.

- Pausa para uma pérola extraoficial do Minuto de Sabedoria: não importa se você é humana e seu marido vampiro, quem vai com muita sede ao pote acaba se lascando.

- Toda vez que a expressão a coisa era mencionada, eu me lembrava do esquete de terror que a TV Pirata exibia... "AAAAAAAAAAAAAA COOOOOOOOISA...." Aliás, se alguém souber o que era, me explica? Eu era criança demais para entender na época ^^

- Ah, nomes, adoro dar nomes para tudo: bicho de verdade, bicho de pelúcia bla bla bla... Todos os meus patos de pelúcia têm nomes - os mais famosos são o Heitor e o Xabi, os guardiães da minha cama. Por isso, eu tenho sensibilidade ao batizar qualquer coisa e/ou criatura. Nomes esquisitos trazem consequências trágicas - imagina os apelidos, o deboche e a sensação de importência até ter idade para convencer o juiz a trocar. Por que isso? Ah, bem, porque numa das noites de insônia eu fiquei imaginando o que leva um pai e uma mãe a escolherem nomes esquisitos (ou combinações que definitivamente não combinam) para os filhos.

- Obrigada Stephenie Meyer por mostrar as glórias da maternidade para as pessoas que têm medo de tudo que envolve a sublime honra de nove meses de gestação...

- Jacob x Rosalie - eita duelo interessante. Eu teria colocado um daqueles sinos de boxe pra contar quem venceu cada round.
- Eu fico imaginando o que leva a Stephenie Meyer querer despachar um monte de gente pro Rio de Janeiro. Desde quando a cidade associada ao SOL é um lugar apropriado para VAMPIROS? Ok, dizem que os cariocas estão acostumados com muita manchete bizarra, mas pessoas iluminadas (literalmente) na rua seria bizarro demais até para o mais sensacionalista dos jornais

- Sim, estou evitando falar em Bella e sua súbita autoestima exagerada. Quando ela não está se depreciando, ela não acredita que pode ser melhor do que a megaruindade que ela tem certeza de que é apesar de todos dizerem que não. (Entenderam? Nem eu...) E de repente ela se torna a supersolução para todos os problemas - siiiiiiiiiiiiiiiim, a situação é surreal a este ponto!

- Ok, é fútil, admito, mas meu lado Fratelli d'Italia não consegue entender quando italianos estão do lado negro da Força. Eu sei que eles não são santos, nem melhores que o resto do mundo, só tenta explicar isso pr'aquela italiana maluca que existe em mim.

- Em algum momento você vai pensar desde quando a história virou Dona Bella e seus dois maridos (mesmo que um seja apenas no mundo das idéias - dele, óbvio) . Em seguida, você vai achar que é Bella, o vampiro, a vampira, o lobisomem, mas antes de surtar geral fique tranquila: no final das contas, você termina convicta de que é um seriado, mas não Friends ou ER ou Grey's anatomy: apesar do pouco de Heroes, o troço é mesmo seriado tipo A grande família e, olha que legal!, com direito a um cachorro!!!

Coisas legais:

- O senso de moda de Alice faria minha irmã dar pulos de alegria. Eu teria outro surto, de novo.

- Os títulos dos capítulos de Jacob são hilariantes. Como: "Eu tenho cara de quê? Mágico de Oz? Você precisa de um cérebro? Precisa de um coração? Pode vir. Pegue o meu. Leve tudo o que tenho" ou "Algumas pessoas simplesmente não entendem o conceito de 'indesejado'" e o campeão de todos: "Por que eu não dei um fora? Ah, sim, porque sou um idiota" (aliás, desconfio que esse título resume o sentimento de alguns leitores, né, Lidy?)

No final das contas, o último capítulo foi coerente com a série, fecha as perguntas e situações abertas em Crepúsculo. Não é uma história sobre vampiros, mas sobre o amor entre personagens incomuns. Tem muita coisa legal, personagens que mereciam suas próprias histórias (Seth, Alice, Jasper) mas também possui personagens e coisas e situações chatas, irritantes e absurdas de ridículas (sim, estou me referindo à pavorosa cena do penhasco emo). Mas como sempre defendo: leia e tire suas conclusões.

E agora me deem licença: o Botafogo conseguiu sair da zona de rebaixamento em um dia para voltar no dia seguinte, eu estou gripada, tenho que ir trabalhar e só tem minissérie Som e Fúria amanhã (sim, quero prestar atenção no pônei em cima do telhado).

Bacci

Beta
Reações:

11 comentários :

  1. "- Sim, é verdade, a estupidez da Bella causa efeitos colaterais no Edward! Não sei o que foi pior: ele propor ou o Jacob considerar a insanidade (para quem leu, a proposta sobre cachorrinhos. Lidy, respira fundo e toca o barco, digo, continua lendo...)"
    Sabe aqueles instrumentos de tortura da Idade Média?
    Pois é.

    "- Pergunta nada a ver: Por acaso em Lua Nova - o filme, alguém fez o favor de cortar aquele cabelo de Mortícia que puseram no Jacob????"
    Nas fotos que eu vi, ele tá com cabelo curto. Tá sem camisa também, ou seja, quem lembra do cabelo? O menino tá crescendo.

    "- Ok, é fútil, admito, mas meu lado Fratelli d'Italia não consegue entender quando italianos estão do lado negro da Força. Eu sei que eles não são santos, nem melhores que o resto do mundo, só tenta explicar isso pr'aquela italiana maluca que existe em mim."
    Somos duas. Não sei você, mas eu sei que SOU meio-italiana (por parte de pai).

    "- Em algum momento você vai pensar desde quando a história virou Dona Bella e seus dois maridos (mesmo que um seja apenas no mundo das idéias - dele, óbvio) . Em seguida, você vai achar que é Bella, o vampiro, a vampira, o lobisomem, mas antes de surtar geral fique tranquila: no final das contas, você termina convicta de que é um seriado, mas não Friends ou ER ou Grey's anatomy: apesar do pouco de Heroes, o troço é mesmo seriado tipo A grande família e, olha que legal!, com direito a um cachorro!!!"
    Siiiiiiiiim! E o cachorro é cunhado, primo, irmão, genro, amante, rival, amigo... como toda boa família.
    Falando em Jacob e Rosalie, fiquei me perguntando quando eles iam deixar de frescura e se assumir publicamente.

    ""Por que eu não dei um fora? Ah, sim, porque sou um idiota" (aliás, desconfio que esse título resume o sentimento de alguns leitores, né, Lidy?)"
    Pois é. Meu único consolo foi não ter gasto os 40 reais que a editora pediu. 40, que, aliás, serão gastos num presente de aniversário para minha irmã - viu como sou legal? ^^'

    Não vou dizer que eu avisei que você ia ter chiliques lendo essa coisa. Mas teve uns momentos envolvendo a filha-de-nome-estranho-feio-semnoção-e-vergonhoso que entraram para a história, especialmente o parto do alien e a nomeação do Monstro do Lago Ness de Forks.

    ResponderExcluir
  2. Não consegui nem passar da página 50 do primeiro livro...

    ResponderExcluir
  3. Confesso Beta... depois de ter lido Crepúsculo, eu nem me dei ao trabalho de ler os outros hahaha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Anônimo8:46 PM

    Ok. concordo com o texto da Beta. Bella, Edward e Jacob testaram todos os meus limites. A proposta dos cachorrinhos quase me fez atirar o livro pela janela do oitavo andar... E a lua-de-mel?
    Não sei se mencionei mas tenho um blog e metade dele é dedicado a esta série(http://imogen.projetosonho.com); Lá, escrevi um artigo intitulado "A pior Lua-de-mel de todos os tempos" onde discuti junto com algumas amigas a esperada cena. Ali também, tive a oportunidade de publicar uma versão bem mais de acordo com as nossas expectativas. Façam uma visita e me digam se concordam com esse novo ponto de vista! bj
    Imogen

    ResponderExcluir
  5. Lidy

    Acho que já dissemos tudo o que era possível sobre esta série - em especial, os pontos ruins dela...
    Entonces, vida que segue! *Beta em crise de abstinência de camerlengo com jujuba* chuif

    ResponderExcluir
  6. Sweet Lemon

    Eu invejo a sua atitude XD Por conta da minha teimosia, tive que ler até o final pra ver o que aconteceria ^^

    ResponderExcluir
  7. Ciao, Bia
    Vale o mesmo que eu disse ali em cima pra Sweet Lemon... No final das contas, a teimosia rendeu uma série de posts pro LdM. E chega! Esses não virão para a minha prateleira XD

    ResponderExcluir
  8. Imogen, temos sofrido, né? Ninguém merece algumas das muitas sandices desta série. Mas depois do eposídio do penhasco emo desisti de brigar com o livro, perdi as esperanças e simplesmente me concentrei na meta de terminá-lo!
    E vida que segue :)

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  9. Anônimo7:54 PM

    Bem, adoro a série da Stephane mais por causa da coisa de vampiro e do filme do que por causa da história mesmo. Ah, e por causa do filme o qual eu assisti em um dia que o meu lado romantico estava em alta.
    No mais, a autora merece parabens por ter inovado um pouco, mesmo com cenas bizarras e sem noção.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo4:23 PM

    Que merda de blog! é só isso!

    ResponderExcluir
  11. Gente, Na minha opinião, a dieta a base de sangue humano foi demais. Deu um nó no meu estomago so de pensar em beber aquilo viscoso. E olha que eu vejo sangue todo o dia pois trabalho em um laboratório. em que será que a Bella pensave bebendo aquilo? Em suco de morango?
    Agora, cade o terremoto da lua-de-mel? Esperei 4 livros e 2 filmes pra aquilo? Dá um tempo...

    ResponderExcluir