sábado, abril 19, 2008

Ciao!!!!

Sim, sou eu.
Apesar de desaparecida sem direito a mensagens de fumaça, sms, email e outra opção high-tech ou não.
Eu existo, eu existo. Eu existo.

Devo uma explicação a todos vocês que possuem uma paciência de Jó comigo. Na verdade, devo há mais tempo, mas sempre tem alguma coisa no meio do caminho. E muitas vezes é poético como as pedras de Drummond, outras nem tanto...

Devo dizer que, como boa brasileira, que não desiste nunca, e escorpiana, que não admite perder, entrei no processo de seleção de aluna especial da aula de Mestrado. O que significa que eu poderia acompanhar as aulas de até duas matérias (uma por semestre), caso o professor titular se interessasse pelo meu projeto (que é sobre FUTEBOL, acreditem se quiser *ok, eu sei que deixei de fazer sentido pra muitas pessoas há tempos*).
Pois bem, eis que no dia do resultado, nada do meu nome entre os aprovados.
Nothing. Niente. Nulla.
Tentei não demonstrar, mas fiquei muito irritada e chateada. (Por quê? Não é possível. Os deuses não estão conspirando a meu favor. O que há de errado na minha idéia? Sou uma burra, enferrujada, sem noção. Acho que vou tomar um porre de Pepsi e Fanta Uva para curar a minha melancolia. - crise existencial remix, para vocês entenderem o que se passou pela minha cabeça).
Ameacei até desistir de fazer o Mestrado no final do ano. Ou tentar em outro lugar, que entendesse que bons jornalistas podem falar de outros temas além de Política e Economia (nada contra quem ama, mas eu tenho aptidões para - e paixões por - outras áreas). Isso ficou engasgado porque ouvi de outra pessoa que era para eu desistir e tentar fazer o que esperam que eu faça - porque meu projeto NUNCA seria aceito. E depois de dois "nãos" em menos de seis meses, confesso que aconteceu algo raro: eu não tive argumento para rebater.

Pra compensar - já repararam como tudo acontece ao mesmo tempo? (se estou sozinha, ninguém dá o ar da graça. Se estou acompanhada, parece que virei Miss Universo e ninguém me avisou...) - surgiu a proposta de fazer um estágio por 1 mês em outra área da empresa. E como ninguém normal diz não à possibilidade de aprender e mostrar serviço, aceitei na hora. Seria exaustivo conciliar trabalho em dupla jornada, cobertura dos jogos de futebol e as aulas de Italiano. Mas eu daria conta. Se fiz o que fiz no ensino médio, antes do vestibular (quando estudava de manhã, fazia aula de Inglês, treinava vôlei duas vezes por semana no clube e outras duas no colégio sem nunca ter uma nota vermelha no boletim), conseguiria dar conta. Lógico.

E na primeira segunda-feira de março, minha nova rotina começou, com outra notícia-bomba. Uma amiga do trabalho me ligou à tarde (quando eu já estava tentando me entender com a nova função):
- Parabéns, mestranda.
- Tá doida? Eu não passei!
- Passou.
- Não passei.
- Passou!
- Não passei!
- Passou!!
- Não passei!!
- Passou!!!
- Não pas-sei!!!
- P-a-s-s-o-u!!!
- Eu não passei!
- Sim, você passou!
(Este ilustrativo e teimoso diálogo durou um tempo exaustivamente ridículo para ser repetido na íntegra aqui... let's go...)

Aí soube da história: na aula, pediram aos meus companheiros de trabalho (três, entre Mestrando e alunos especiais) que me avisassem de que houve um pequeno engano: ao invés de ROBERTA, eles publicaram RENATA. (um dia vou escrever detalhadamente a minha teoria de que tem sempre uma Renata no caminho de uma Roberta.) Até achei que fosse a minha irmã, mas ela disse que não tinha tentado, pela dificuldade de conciliar trabalho e aulas (mas vai tentar ano que vem, se tudo correr bem).
Enfim, voltando ao que interessa: sim, meu projeto tinha sido aceito para uma das disciplinas!
Io non poteva credere, em qualquer língua.
E o chefe liberou para que eu conciliasse tudo e não perdesse a chance.

Então, temos o seguinte quadro para o mês de março:
- emprego habitual de manhã
- estágio-nova chance à tarde (de 3a. à 6a., com escala para um plantão de final de semana)
- aula como estudante especial (chique, né?) do Mestrado nas tardes de 2as
- aulas de Italiano (último ano!!!!!!!!) às 2as. e 4as.
- coberturas do futebol quando o time da cidade joga em casa (se não me engano, foram outros 2 finais de semana)

E eu descobri que, sim, existe cura para minha insônia. Lavorare. Too much work, too much need to rest. De acordo com especialistas, a minha dificuldade para dormir se deve ao fato de que eu não consigo desligar. A mente está sempre pensando nas próximas coisas a fazer. Isso também se aplica a quando estou andando na rua. Já cansei de ignorar pessoas que passaram ao meu lado porque simplesmente não as vi, tão absorta que estava no próximo passo. Voltando à insônia, a pior noite é a de domingo para segunda, o que agrava o meu relacionamento à la Garfield com o primeiro dia útil da semana. No entanto, eu não tive esse problema quando era estudante e jogava vôlei - queimava todo o estresse na quadra, descendo o braço na bola e me atirando aqui, ali e acolá atrás das defesas impossíveis e dormia como um anjinho de noite.
Em março voltei a dormir. E isso foi bom.

Em março, quebrei a minha rotina.
E isso foi bom, porque quando a gente se acostuma, não consegue enxergar novos horizontes. Quem fica parado é poste. Havia um lado meu, aquele competitivo que adora desafios, adora provar a si mesmo que é capaz e que encara cada oportunidade como uma chance de encontrar mais caminhos, alternativas e coisas que sirvam para outros aspectos da minha vida.

Ok, confesso que meu caderno de Italiano está uma zona. Os meus resumos para o Mestrado estão incompreensíveis. Imagina a cena quando for digitá-los:

1 - O que estava passando entre a minha cabeça e a minha mão para escrever aquilo...?
2 - Ou então, desde quando eu aprendi a escrever Hierógrifos?
3 - Eu sou disléxica!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
3 - Meu Deeeeus, me ajuda a traduzir isso!!!!

E ainda tenho uma pilha de livros para ler e um seminário para apresentar. Mas estou tão feliz por voltar às salas de aula. E mais feliz ainda porque não estou tão enferrujada quando imaginei (e imaginaram a meu respeito). Nada como uma cera brilhante - a lataria ainda tem muita quilometragem para queimar *risos*.

Aí, tudo bem, é felicidade demais, trabalho demais, sono demais... Mas as coisas sempre podem ficar melhores, né? Por conta da minha paixão por futebol, conheci várias pessoas. Uma delas conseguiu realizar um sonho neste ano: viajou à Alemanha para ver o time favorito, Bayern de Munique. E como o acaso não existe (leia Kardec), não é que um dos meus jogadores favoritos (diga-se de passagem, o número 1 da minha lista de preferidos no exterior) está onde? No Bayern de Munique! Pedi, mandei o dinheiro e ela trouxe para mim o meu uniforme favorito do
time bávaro, com nome e número e um cachecol do meu jogador favorito!!!!!!! (É muito 'favorito" num parágrafo só, mas é o termo mais light que posso descrever aqui)
E quando chegou a caixa com a encomenda na minha casa? (depois de séculos rastreando no site dos Correios?) Em março!!!

Ah, sim, neste meio tempo, entre um livro e outro, um resumo e outro, alguns resmungos e outros, futebol e vôlei, meus patos de pelúcia, escrevi uns resumos para desanuviar a mente. O problema é que escrevi à mão e faltou tempo e disposição para digitar. Aquela pilha de livrinhos sobre a qual comentei há um tempo continua habitando a mesa do meu computador. E ganhou mais um livro. Pois é, UM livro. Não estou doente. Foi simplesmente a falta de visitas ao sebo. Mas passei pela banca e tive um troço: vi o livro das Noivas MacGregor (que recebeu o nome Instinto do Amor) e levei pra casa! E me manquei de que há outros 3 que não tenho e preciso voltar às bancas pra cercá-los. Ter a família MacGregor, da Nora Roberts, completa - é algo que não tem preço. E quem está lendo os livros agora sabe o que já disse aqui!!!

Então, o mês de março foi assim. Fazendo tudo ao mesmo tempo já (o que deixou o meu ascendente em Gêmeos enlouquecido de alegria e o pobre Escorpião enlouquecido tentando arrumar o caos). Em abril, terminou o estágio. Mas começou o período "OK, o que eu não fiz mês passado e preciso resolver agora":

- aprender a mexer com o novo DVD
- trocar o controle remoto da TV por assinatura
- xingar umas 15 vezes por dia que eu não tenho ESPN (e por tabela, niente Campeonatos Alemão, Inglês e Italiano)
- achar uma solução de QUANDO vou poder ter ESPN
- operação salão de beleza partes 1, 2 e 3 (parte 4, cabelos, ficou para o mês que vem)
- organizar o caderno de Italiano
- dar sinal de vida para os outros seres humanos que são meus amigos
- comer meus ovos de Páscoa (algo longo, elaborado, delicado, prazeroso - não sou uma pessoa rápida no que envolve muito chocolate branco...)

E claro, digitar os resumos para o Literatura de Mulherzinha. Mas tenho que achar onde eu os guardei. Depois de um mês vivendo no caos, inventei de organizar e agora não lembro onde deixei. Sono veramente pazza, lo so.

Bem, demorou, mas me justifiquei. E consegui fazer isso na semana do 3o. aniversário do Literatura de Mulherzinha (ariano mandão, de 16 de abril). Por isso quero agradecer a todos que confiaram e confiam nos comentários feitos neste blog, que começou porque não achava nada em Português sobre um assunto que a maioria despreza e poucos se mostram dispostos a entender, com a mente livre de preconceitos. Também quero agradecer a quem se preocupou e deixou mensagens - é, virei turista no Orkut e na comu do Yahoo. E não vou citar nomes porque a memória é traiçoeira e esquecer alguém me parece uma tremenda injustiça. A todas e a todos, muito obrigada pela paciência, pelas respostas, correções, contestações, opiniões, sugestões, empréstimos e pela confiança. E agora que o Literatura de Mulherzinha tem três aninhos, fala pra caramba, corre e me deixa orgulhosa, vamos rumo ao tetra!

Abraços da Mulherzinha que quer manter a habilidade de ver a vida como uma divertida aprendizagem constante!!!

Bacci!!!!
Reações:

23 comentários :

  1. Dannyzinharj9:08 AM

    O q posso dizer depois d tudo o q lí neste relato-desabafo-justificativo?!!!!
    Parabénssssssssssssssssssssssss pelo sucesso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Isabela10:21 AM

    Oi Beta!

    por mais q a gente sinta falta de atualizações nesse teu espaço tão especial, não dá pra deixar de ficar feliz e torcendo por ti, nesse momento em que tantas coisas boas acontecem ao mesmo tempo.
    parabéns, felicidades, muita sorte e aproveita pra brilhar!
    :-)

    ResponderExcluir
  3. Olá Roberta!
    Apesar de nunca ter comentado, to sempre aqui lendo seus resumos e opiniões :)
    Nossa, parabéns por ter conciliado tanta coisa nesse mês! Tem q ser guerreira mesmo!
    Agora fiquei curiosa: quem é seu jogador preferido q tá no Bayern? Toni? heheheh
    (dedução já que vc gosta de italiano e faz curso e tal hehehe)
    Falando nisso, to doida pra começar um curso de italiano tb, mas isso só a partir do meio do ano, qd, se Deus quiser, vai ter acabado essa historia de prova da OAB...
    Enfim, parabéns pra vc e pro seu blog!
    Vou tentar comentar mais vezes ^^
    Bjinhus,
    Fabíola

    ResponderExcluir
  4. Ei, Beta!
    Dizem que quem é vivo sempre aparece (não que eu ache que você se atreveria a morrer ANTES de ler AND RESENHAR "Highland Champion" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk).
    Só posso dizer uma coisa: ainda bem que você voltou.
    O pior é que essa rotina complicada é só no começo, quando a gente acostumar e uma dessas coisas acabar (como, por exemplo, as aulas de italiano), você vai sentir falta. hehehe

    "A mente está sempre pensando nas próximas coisas a fazer. Isso também se aplica a quando estou andando na rua. Já cansei de ignorar pessoas que passaram ao meu lado porque simplesmente não as vi, tão absorta que estava no próximo passo"
    EBA!
    É tão bom saber que não sou a única a sofrer desse problema... Lógico que sempre tem aquele chatolino que a gente tem que ignorar, mas no geral, isso não conta.

    Enfim, espero que essa sua rotina lhe libere logo e você possa queimar energia escrevendo para a gente. hihihihi
    Incentivo: li o primeiro capítulo de Highland Champion, Lover, Barbarian, Savage e Wolf no site da Hannah e acho que vão ser óóóóóóóóóóóóteeeeeeeeemos! Apesar de dizerem que a luta entre Liam Cameron (que eu registrei como minha propriedade na AR xD) foi anticlimática (bem, é Liam Cameron... mas QUEM SE IMPORTA? Não eu, com certeza!).
    [Acho que na última vez que postei aqui, nunca tinha lido as Terras Altas, por isso a animação. Quando você voltar - mesmo - talvez possamos nos unir para acabar com Diarmot/Edmund MacEnroy e organizar um culto em honra aos Cameron]

    Eu e meus posts gigantes... afe!
    Enfim, boa sorte para você no curso, no trabalho, nas aulas especiais, nas resenhas para o blog...

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Débora Sampaio12:20 PM

    Olá! Encotrei seu blog por acaso, enquanto buscava sobre a trilogia da magia, de Nora Roberts, q estou terminando de ler, e o adorei!
    Bom, pelo que li sobre vc, descobri que eu quero ser assim quando crescer.. risos
    Continue com sua determinação e força e parabéns pelo blog.
    Se tiver um tempinho me manda um e-mail pra trocarmos mais idéias!
    um grande beijo da sua mais nova fã! (e tbm do blog da Mulherzinha!) Débora Sampaio
    debsam03@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Beta,
    Eu não te conheço mas o seu blog é tudo de bom, uma fonte segura de referência para as fãs de romances....Parabéns moça!!! Vc prova que uma mulher pode sim amar futebol e romances água com açúcar e futebol...

    ResponderExcluir
  7. Helô7:35 PM

    Beta
    Vc não tem noção do quanto eu adoro seu blog!!!
    Conheci por acaso atrevés de pesqueisa no google(tava tentando descobrir a ordem certa da série Homens do Texas da DP) e depois me deparei com o post lá na AR...e sempre tô por aqui pra ler oq ue vc escreve sobre os nossos livrinhos...li o comentário da Lidy aí em cima...em comum nos temos o amor pelos Cameron (mas o meu é o Sigimor, e tbm já está registrado em cartória lá na comu)já que minha tara por homens ruivos é algo que só se agravou depois que conheci os gigantões das Terras Altas da Hannah...
    Entendo seu desabafo e desejo muita sorte!
    Um bjão

    Helô

    ResponderExcluir
  8. Ainda bem que eu falei dos Cameron "por alto". xD

    *MEDO DA HELÔ* kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Débora Sampaio12:29 AM

    Oi Beta, Sou Débora Sampaio e havia deixado um comentário pra vc uns meses atrás.
    Só estou escrevendo pra dizr que ainda visito seu blog com frequencia e gosto muito dele.
    Estou torcendo por vc nas suas novas atividades e agora que eu criei meu pórprio blog, add sua página nos meus links para divulgar ao ouros.
    Meu end é: deb.sampaio.zip.net
    se der, dá uma pssada lá depois!
    Um grande beijo!
    Débora Sampaio

    ResponderExcluir
  10. Beta! só não nos abandone!
    Seu blog é a minha bíblia dos Romances!!!
    hihihi

    Bjim

    ResponderExcluir
  11. Maira3:12 PM

    Noooossa!! E eu que pensava que minha vida era agitada com serviço, facu, inglês, família, casa e bla bla bla.. Parabéns pela fibra e por todos os sucessos!!!

    Acho que você não chegou a ler o comentário que eu deixei um tempo atrás quando você postou alguns livros da Nora que você tinha adquirido, entre eles, "Esperando o Amor". Sei que sua vida é muuuuuuito agitada, mas gostaria de saber se você sabe me indicar onde eu posso encontrar este livro... Se puder, me mande por e-mail uma resposta. É maira.ynaie@gmail.com.

    AH! To ficando viciada no seu blog!! rs Parabéns!!!

    Beijosssssss

    ResponderExcluir
  12. Oi Beta, gostariamos de deixar o blog das Meninas da Bahia aqui, e quem sabe vc colocar na sua lista de links e blogs.

    bjos.

    http://meninasdabahia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Eu tbm sempre leio o Literatura de Mulherzinha, mas não costumava comentar. Nào poderia deixar de comentar, entretanto, sabendo de coisas tão positivas.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. oi!
    Por acaso achei seu blog e gostei muito do q li!
    desde pequena eu leio romances lembro-me q o meu primeiro foi uma sabrina, depois disso fiquei vicidada, ja fiz coleções já desfiz. Já faz algum anos q eu estou procurndo um clássico "O LOBO DOMADO" da família de Burgh, q fala do cavaleiro Dunstan e da Marion pelo menos eu acho q o nome do livro é esse se alguem souber por favor me avise meu e-mail é maryah_bella@hotmail.com
    bjuss!!

    ResponderExcluir
  15. cara, você é demais ^^
    DEMAISSSSSSSS \O\
    Bom, eu queria te parabenizar pelo blog foda que você tem e queria manter contato de alguma forma, orkut, etc
    se puder, adicione no msn ou mande um e-mail
    mari_tsuki@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. oi.
    tbm sou leitora compulsiva, e tem um livro em especial que eu amo e que sumiu de minha coleção:
    Uma estranha ao meu lado da Diana Palmer. Você sabe onde posso encontrar esse livro maravilhoso ( o melhor!)
    Obrigada

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. oi boa tarde eu gostaria de saber se vc tem um livro da Autota lucy monroe ( são a história de 3 irmão Rand, Carter e Colton eu tenho do Rand ( Frenesi de Paixão ed 1365 sabrina ) e do Carter Minha para sempre ed 1333 julia) e falta do Colton se vc souber a ed. ou se é sabrina ou julia me manda um email,sem mais obrigado

    e- mail debyriba@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  19. SAUDADES tuas e de tuas atualuzações Roberta mas sei como é deixei meu blog e minhas leituras de lado em função de estudar pra passar na famigerada prova da OAB.
    Bjs e força pois conseguiras alançar teus objtivos .
    gINA

    ResponderExcluir
  20. Oi Para todos só entrei pra dizer que adorei o blog e o adicionei no meu blog :D
    Parabéns
    bjos a todos

    ResponderExcluir
  21. Nossa, como escreve! Se fosse locutora não falaria tanto! Mas, estou aqui é prá te parabenízá-la. A mulher de hoje é muito mais guerreira. Muito mais que se imagina.
    Felicidades.

    ResponderExcluir
  22. Esse blog é muito bom pra estar parado desde abril... snif snif

    ResponderExcluir
  23. Estou de casa nova, agora na Rádio Energia FM 96,7. Na nova Rádio, vou continuar
    conciliando minha atividade de contabilista, afinal é ela que mantém o sustento meu e de minha família, principalmente, quando se externa posição política diferente da do "patrão", com a de radialista. A estréia acontece dia 01/12, segunda-feira. É um projeto novo num canal
    de sucesso, o 96,7. Nomes de relevãncia estarão fazendo parte desse
    time: Márcio Augusto, Tâmara Lis, Thiago Werneck, Jasqueline Pioli,
    Dina Alexia e muitos outros.
    Com mais de vinte anos de carreira, jamais havia ficado tanto tempo fora do ar (onze meses). Tenho um lema de que "radialista sem microfone é igual padre sem paróquia, só os amigos lembram".
    Estou bastante motivado com esse novo projeto num mercado (Juiz de Fora) em que o rádio foi assassinado, principalmente o AM, e os assassinos e as assassinas ainda não foram presos.
    Um mercado que revelou Maurício Menezes (trabalhou vinte e cinco anos no rádio carioca e esteve em quatro copas do mundo), Paulo Lopes (um dos maiores salários do rádio paulista), Francisco Barbosa (líder de audiência na Tupi do Rio), Fernando Sérgio, Sérgio Rodrigues, Cláudio Temponi, Aparício de Vitta e alguns outros.
    www.carlosferreirajf.blogspot.com

    ResponderExcluir