segunda-feira, junho 11, 2007

Vá entender - a Europa, os Estados Unidos, o Japão e outros países comemoram o dia dos namorados em 14 de fevereiro, por causa de São Valentim, um padre romano que casava os apaixonados quando a ordem de um imperador impedia os enlaces (ele precisava dos homens livres para formar exércitos e irem para a guerra).
No Brasil, foi instituído o 12 de junho, véspera de Santo Antônio (ou seja, o povo quer namorar e casar em menos de 24h kkk) - e por mérito do comércio que queria uma forma de aquecer as vendas num mês aparentemente sem atrativos...
De qualquer forma, pra quem adora o tema, aqui estão livrinhos que falam sobre isso:

Precisa-se de um noivo - Debbie Macomber - Sabrina 19
(Groom wanted - 1993 - Silhouette)
personagens: Júlia Conrad e Aleksandr Berisnki

Era um casamento de conveniência - Alek era um genial bioquímico russo que seria deportado do país em questão de dias, com o vencimento do visto. Julia era a dona da empresa que dependia do trabalho dele. Por isso, para evitar a extradição e a falência da empresa, os dois se casaram. Só que Alek não aceitaria um casamento de fachada - as convicções dele impediam isso. Mas uma grande decepção amorosa havia acabado com a crença de Júlia em um amor de verdade. E a luta para salvar e proteger dos concorrentes a inovação que a empresa Conrad pretendia lançar era só um dos problemas que Alek teria que enfrentar durante o matrimônio que ele queria que fosse real.

Um desafio para o Cupido - DeAnna Talcott - Sabrina 1298
(Cupid Jones gets married - 2003 - Silhouette)
personagens: Marjorie "Cupido" Jones e Christopher Easterbrook

Marjorie era o Cupido oficial da cidade de Valentine, no Texas. Ela trabalhava nos correios e conseguia perceber quando uma pessoa era perfeita para outro. Pena que esse argumento não convenceu Christopher, que viu a noiva por correspondência chegar à cidade e ir embora com outro que, de acordo com conselhos da cupido, era ideal para os sonhos de Moira. Por isso, ele exigiu que se ela era mesmo tão boa "casamenteira" encontrasse imediatamente uma noiva substituta. E Marjorie tentou, até entender o óbvio: a candidata ideal estava mais perto do que ela imaginava. Só faltava admitir...

Não me mande flores - Kristin Gabriel - Sabrina 1054
(Send me no flowers - 1999 - Harlequin)
personagens: Rachel Grant e Drew Lavery

Um boicote ao Dia dos Namorados! A idéia partiu da terapeuta Rachel Grant, diante do sofrimento dos pacientes com a pressão provocada pela data e pelas festividades numa cidade chamada Love, onde o Dia dos Namorados era o principal atrativo turístico. Por isso, Rachel levantou a bandeira contra a obrigação de encontrar uma pessoa para ser feliz... e ficou surpresa com a grande adesão à campanha. Quem não gostou nada disso foi o prefeito Drew Lavery, que foi a arma escolhida pelo conselho da cidade, para provocar o fracasso do boicote da forma mais simples possível - usando o charme e o carisma com a líder do protesto. O problema é que ele não esperava se interessar pela mulher que causava tanta confusão e muito menos ter no caminho um rival especialista em insetos... e a desconfiança de Rachel nas reais intenções dele. Seria um Dia dos Namorados como Love nunca viu antes...

Diga que me quer - Cynthia Myers - Julia 1266
(Say you want me - 2003 - Silhouette)
personagens: Joni Montgomery e Carter Sullivan

Joni estava muito irritada com a mania da sua família de querer romance em tudo. E a raiva aumentou quando foi informada de que a avó estava vindo para San Antonio e só sairia da cidade depois de arrumar um marido pra ela! Audácia, não se podia mais ser uma mulher jovem e solteira nos Estados Unidos? Para evitar a interferência dos familiares, Joni aceitou ser apresentada a um parente de uma colega de trabalho que aceitaria fingir ser seu namorado por um tempo... Vinho, música e mulher. Carter estava com duas destas coisas naquela trattoria italiana até que Joni apareceu à sua frente... Mesmo após o mal entendido ser esclarecido, ela afirmou precisar de um homem pra acabar com os planos da família. Era perfeito: bonito, simpático e policial. Sua avó amaria. Ela não, tinha horror a pessoas com empregos instáveis e repletos de adrenalina. Por isso, ela estava imune a Carter, que não era nada imune a ela e pretendia fazê-la mudar de idéia...

Solteiro em Seattle - Carolyn Zane - Momentos Íntimos 43
(Single in Seattle - 1996 - Harlequin)
personagens: Clare Banning e Mike Jacoby

Tudo começou com a idéia de abandonar um bilhete no bolso de um terno: "A quem possa interessar, Parabéns. Desejo cumprimentá-lo pelo bom gosto que demonstrou com esta compra. Temos algo em comum obviamente. Se você aprecia música clássica, bons livros, passeios na praia, piqueniques no campo e noites tranqüilas diante de uma lareira, talvez posamos nos encontrar e tomar uma xícara de café. Caso queira me conhecer, venha à seção de roupas masculinas da Loja Mônaco, das nove às cinco horas, de segunda a sexta, e pergunte por Clare." No entanto, os amigos dela deram uma repaginada no texto, porque o consideraram muito sério. E foi esse bilhete que Mike encontrou, ao comprar um terno para a festa de aniversário de casamento dos pais. Não poderia imaginar que aceitar o convite o levaria a uma série de confusões, encontros absurdos e talvez ao amor que surgiu em meio do caos...

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Samara6:34 PM

    oOOIiiiii beta!!!sempre venhOOo aki

    tava lendo aki os capitulos ki falam sobre os livros da nora roberts!

    queria saber qual eh a sua teoria para saber quem saum os assassinos da serie!
    meu email: smsilva@seama.edu.br

    ahhh.. tb keria saber..
    pq vc ainda naum escreveu coisas novas sobre a serie!
    que ja ta saiu natal mortal em portugues!

    ja li.. eh otimO tb!
    mas meu preferidO eh o extase!
    ps: por favor me responde!

    beijoS..



    samara

    ResponderExcluir