domingo, março 26, 2006

Continuando a saga de recuperação dos velhinhos muito amados, eis que descobri outra preciosidade no sebo. Mais um daqueles livros que li emprestado há uns 12, 13 anos... e só agora consegui comprar para mim. Outra prova que, com um pouco de pesquisa, uma trama bem fundamentada, você lê, se diverte e aprende com a Literatura de Mulherzinha. Coisas que muitas escritoras atuais desprezam, achando que basta colocar muitas cenas de sexo do casal para resolver. Cá entre nós, se isso não é solução na vida real, não seria na ficção bem feita...

Vertigem de amor - Mollie Asthon - Clássicos da Literatura Romântica
(Terms of surrender - 1990 - Harlequin)
personagens: Julie Saint Aube e Sebastian Ramlin

A aristocrata Julie estava entre os pares que seriam executados durante a fase mais sangrenta da Revolução Francesa. No entanto, ela foi salva por um cidadão advogado - influente na nova conjuntura política no país. Entre a guilhotina ou se casar com um homem velho e ganancioso, ela não teve escrúpulos ao escolher a segunda opção. Anos depois, ela ainda é fiel ao marido, que precisa desesperadamente de um herdeiro para evitar que as propriedades que ganhou com o casamento sejam perdidas. E é neste conexto que surge o inglês Sebastian Ramlin, com quem Guillaume faz um acordo: apoio e influência para ele conseguir negociar os produtos desde que Sebastian seduzisse Julie. Isso é apenas uma parte de uma trama que envolve intrigas, traições e muita, mas muita, reviravolta política...

Curiosidade:

- A hístória francesa sempre atraiu a minha atenção. É um período riquíssimo que sempre pode ser visto sob vários ângulos, não só aquele que a gente aprende na escola.

- O livro mostra uma visão que não é historicamente apoiada - Napoleão bonzinho??? - mas pelo menos te leva a pensar... E lembrem-se: a história sempre é escrita por quem vence.

- A autora nasceu na Inglaterra, mas tem parentes na França, segundo resumo que vem no livro. Por isso, sempre foi fascinada pela história do país e resolveu pesquisar a fundo para escrever um livro que começasse na Revolução Francesa e mostrasse a glória e a queda de Napoleão, enquanto acompanhamos os dramas e o amadurecimento de Julie e Sebastian.

Aguardo comentários

Beijos

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Luciana11:20 AM

    Beta,
    Não sou fã dos livros de Clássicos Históricos, mas pelo seu resumo fiquei interessada neste livro.

    Vou faz com que passemos a admirar livros que antes nem passava perto!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Beta,
    Eu li esse romance quando eu estava começanco a adolecencia. Uns 14 ou 15 anos.
    A historia é linda, e por varias vezes eu tive vontade de jogar o livro pela janela por causa ds teimosia dos dois.
    Mas com sempre o amor venceu...
    Beijos.

    ResponderExcluir