sábado, dezembro 03, 2005

De todas as autoras de "chicklit", confesso, essa é a minha favorita. O primeiro livro deste gênero que eu li foi TASHA HARRIS ABRE O JOGO e eu adorei a história e me identifiquei em muitas coisas com a heroína. Depois, ganhei de aniversário outro livro da mesma autora - OS PRÍNCIPES ENCANTADOS DE LIBBY MANSON. Outro caso de amor à primeira vista, mas não pela heroína... e sim por um dos candidatos a príncipe dela.
Por isso, vamos ao que interessa:

Tasha Harris abre o jogo - Jane Green - Ed. Record
(Straight Talking - 1999)
personagem: Anastasia "Tasha" Harris

Tasha é uma bem sucedida produtora de um programa de TV, cínica, sarcástica, amiga leal e disposta a encontrar o homem perfeito. Quando a encontramos, descobrimos que ela faz terapia, para se entender melhor e lidar com o rompimenot doloroso relacionamento longo e a forma como passou a viver depois disso. Ela demora para perceber que o amor pode estar bem perto, mas seria do jeito que ela sempre imaginou? Por isso, como ela mesma diz: "Algumas mulheres aturam relacionamentos infelizes porque acham que não merecem nada melhor. Quando têm um relacionamento feliz, estas mulheres estragam tudo porque acham que não merecem."

Curiosidade:

- Tasha é uma das poucas heroínas da "chicklit" que gosta do que faz. E é até divertido ela usando os problemas como inspiração para ser discutida nos programas.

- O senso de humor de Tasha combina com o meu. Eu estava quase achando que tinha encontrado "meu EU literário" até que ela fez uma besteira tão grande, mas tão grande que eu fiquei boquiaberta, irada e completamente pasma... Porque, definitivamente, eu me conheço: o que ela fez, eu não faria.

- Adam é, definitivamente, um dos personagens mais fofos que eu li.

- Como não gostar disso: "O que é o amor? Para mim, é paixão, admiração e respeito. Se você sente duas dessas coisas, é o suficiente. Se sente todas as três, não precisa morrer para ir para o céu" - William Wharton, citação que abre o livro.

- Achei curioso que uma das pessoas que aconselham Tasha durante a fase "dúvida crucial e cruel" se chame Jennifer Mason. O mesmo sobrenome da heroína do livro seguinte. Mas as duas não estão relacionadas.

- Ok, eu amo esse livro. Isso já ficou evidente. A ironia do destino é que eu não tenho um exemplar desta história. Já dei de presente e ainda não criei vergonha na cara para comprar um. Tanto que, para fazer essa resenha, tive que recorrer à minha melhor amiga e pegar emprestado o livro com ela! Valeu, Ju!!!

Os Príncipes Encantados de Libby Manson - Jane Green - Ed. Record(Mr. Maybe - 1999)
personagem: Libby Manson e os candidatos a príncipe Nick e Ed.

Libby tem 27 anos, está entediada com o emprego de relações públicas de artistas que sonham em ser muito famosos e quer dar um jeito na vida amorosa. É neste estado de espírito - sem se achar pronta, mas querendo um relacionamento - que ela encontra Nick: lindo, muito bom de cama (quando digo muito bom de cama, entenda-se MUITO BOM MESMO), mas sem um tostão no bolso... e Ed, rico a perder a noção, não tão bonito e nem tão bom na cama. Libby vai ter que se decidir, numa trama onde, quem diria, o sapo é puro charme e o encanto do príncipe é outro...
Curiosidade:

- Libby é inteligente e boba na medida certa, passa por dilemas que qualquer garota pode enfrentar e te irritar com bobagens inacreditáveis (embora o "caso da bolsa Gucci" é tão irritante que até outros personagens perdem a paciência).

- Bem que podia virar filme... É, na minha opinião, melhor que os dois Bridget Jones e com uma heroína engraçada sem ser tonta.

- Nunca li nem vi um streaptease tão determinado a não ser sexy se tornar absolutamente irresistível! De quem? Pra quem? Leia (e prepare o babador...)

Pode comentar à vontade - não seja tímida!

Bjs

Beta
Reações:

7 comentários :

  1. OI! eu estava procurando pela net onde baixar gratis a serieo diario da princesa .... sera q vc nao podia me ajudar ?? vc sabe onde q eu baixo ??

    ResponderExcluir
  2. Creuza Moura11:07 AM

    li este livro "Os Príncipes Encantados de Libby Manson" emprestado e adorei , como sempre nao sabia o nome e vc minha heroina me ajudou a encontrar o meu presente de natal obrigadaço
    Creuza

    ResponderExcluir
  3. oi sei q vc nao leu o livro de libby manson na net ou no pc, mais queria saber se vc sabe se tem esse livro na net pra download.. se vc por acaso souber, me mande um mail hellencaroline@gmail.com
    eu ja li esse livro mais gostaria de ter pra mim e nao vejo vendendo e mt menos na net...
    xau

    ResponderExcluir
  4. Anônimo8:49 PM

    Acabei de comprar o livro, e pelo o que eu já li é realmente muito bom! Se você gosta desse estilo de livro não sei se ja leu, mas também é uma otima dica: "O garoto da casa ao lado" de meg cabot

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho quase certeza que esse primeiro livro foi o que eu vi no sebo por um preço muito pequeno, e quando voltei pra comprar nao achei (e até hoje nao comprei, por que esqueci o nome). Só me lembro que li um trecho, e achei tao genial que fui em casa buscar o dinheiro, e quando voltei o livro tinha se escondido entre aquelas milhares de prateleiras ):
    Você me deixou com vontade de ler. Vou procurar de novo, rs.
    Beijo, beijo,
    Thai.
    ~TrêsLápis~

    ResponderExcluir
  6. Adorei este post!!!! Eu só conhecia, dessa autora, o livro da Tasha... Escrevi um texto sobre ele hoje mas que vou publicar só na quinta... Que legal, nunca tinha falado com ninguém que tinha lido a Jane Green...

    ResponderExcluir
  7. Ahhhh... Meu blog é www.lereamar.blogspot.com

    ResponderExcluir