quinta-feira, abril 28, 2005

Gêmeos idênticos, destinos parecidos, com caminhos igualmente tortuosos. A história se passa na França pós-Revolução, também em clima de guerra. Os livros não têm humor, mas são românticos e dramáticos. Como cortesia da tradução, você pode escolher os nomes que preferir para os gêmeos: Adam e Noel no primeiro livro ou Jean-Phillipe e Armand no segundo (sendo que Armand é o nome do irmão de Charmiane em No Jardim das Tulherias).

No jardim das Tulherias - Louisa Rawlings - Clássicos da Literatura Romântica
(Stranger in my arms - 1990 - Harlequin)
personagens: Charmiane de Viollet e Adam Bouchard

Um baile foi o ponto de encontro entre Charmiane e Adam. Ela era uma aristocrata, cuja família desprezava os novos-ricos sem sangue azul, como Adam. Mas o sentimento entre eles é forte demais para ser impedido por convenções sociais. No entanto, a guerra e a troca de identidade entre os gêmeos podem colocar tudo a perder.

A dama inesquecível - Louisa Rawlings - Clássicos Históricos 37(Wicked stranger - 1993 - Harlequin)
personagens: Elizabeth Babcock e Armand Bouchard

Um baile em Paris foi onde Elizabeth e Armand se conheceram. Até então, ele não tinha a menor intenção de se casar. E ela, a menos bela das irmãs Babcock, mantinha os pretendentes à distância. Só que Armand se apaixonou e precisou vencer a resistência de Elizabeth, provocada por um trauma do passado. E, parece reprise, mas a troca de identidade pode complicar a situação de novo... (cá entre nós: o livro é muito bom, mas eu perdi a paciência com a Elizabeth. Se eu fosse o Armand a teria mandado catar coquinho... mas, mon ami, c'est l'amour!)
Reações:

2 comentários :

  1. luciana9:06 PM

    Esse é velinho heim????
    rsrsrss
    Eu lembro que quando li o primeiro eu chorei tanto....ele foi tão...ai...Que raiva que me dá de lembrar!!!!!


    E no segundo livro...não lembro de muita coisa....na verdade se eu li...li sem saber que era o irmão gêmeo..do outro.

    To com raiva por voce! Além deles publicarem as séries perdidas....trocam os nomes!!

    Eles deviam deixar os nomes dos originais e pronto...nso livros espanhois quase todos tem os nomens dos originais....Muito mais sensatos!!!

    (Não to falando desse livro em especifico...to falando de todos so resumos que li até agora)

    ResponderExcluir
  2. Amooo esse livro tenho ate hj li quando tinha 17 anos e hj estou lendo aos 40 rsrs

    ResponderExcluir