domingo, agosto 18, 2019

Ciao!


É um conto, ou seja, história para ler rapidamente.
No meu caso, eu li na sala de espera de uma consulta médica. 
E garanto que foi uma excelente companhia. 

Marcy – Flávia Cunha (conto)
(2014)
Personagens: Marcy, o café e relacionamentos

Para Marcy o café era algo fundamental. E conseguia até fazer um paralelo entre ele e a forma como seus ex-namorados agiam intimamente. Um não sabia fazer, outro fazia um café razoável, outro sabia variar no tipo e o relacionamento mais atual, ainda não namoro, era magnífico. No entanto, após um rompimento não muito legal estava pouco disposta a arriscar de novo. Mas será que o café forte, encorpado e delicioso de Ricardo a faria mudar de ideia?

Comentários:

- Eu não sou uma apaixonada consumidora de café – conheço gente que não vive sem. Praticamente só bebo no meu trabalho (é um hábito pra avisar meus neurônios que está na hora de acordar). E às vezes em algum momento de visita ou um capuccino. Então o paralelo funcionou comigo, porque eu entendia as referências (ficou claro que o padrão de classificação da Marcy tem algum sentido).


- É uma história rápida sobre como enxergamos e agimos em um relacionamento. Como muitas vezes, precisamos avaliar os prós e os contras do que se passou e demora até termos a clareza racional e sentimental para isso. Rompimentos nunca são fáceis. E dependendo do envolvimento, o ex fica pairando como um fantasma mal resolvido no entorno das possibilidades futuras.

- Então a lição que fica é que tudo passa, inclusive a fase do luto. Devemos ter a maturidade de admitir o que nos fazia bem e o que não era tão bom assim, avaliar nossos erros e acertos. Nem sempre o que parecia ser muito bom era o certo ou melhor para a gente. E se não vale mais a pena, acabou. Deixe ir embora e procure novas histórias. É fácil? Óbvio que não – ou não havia tantas notícias de tragédias porque uma das partes envolvidas “não aceitava o rompimento”.

- Marcy vai descobrir isso. Perceber o quanto amadureceu, o quanto se reavaliou e o que realmente desejava em um relacionamento para si mesma e para o companheiro. Para comemorar, além de café e outras receitas de delícias, teremos insinuações e descrições de momentos quentes. A vida precisa ser celebrada de forma saudável todo dia, com quem amamos e com quem nos ama. Às vezes, a gente dificulta. Em outras vezes, fica claro qual o caminho que devemos seguir para conquistar o direito de ser feliz. 
“A decisão não precisa ser difícil. Apenas aceite”


Bacci!!!


Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário