domingo, maio 19, 2019

Ciao!





  
E sigo devagar e sempre no cumprimento da meta pessoal de reler toda a série MacGregor e dar a cada livro o post que merece no Literatura de Mulherzinha (afinal de contas alguns já constam no Cap. 20).
Engraçado como no caso deste livro o tempo fez diferença

Beijos que conquistam– Nora Roberts – Harlequin (Os MacGregors)
(The Winning Hand – 1998 - Silhouette)
Personagens: Darcy Wallace e Robert MacGregor Blade 

O mundo seguro e confiável de Darcy estava muito instável. Fugiu de um casamento que queriam lhe impor em sua cidade natal no Kansas e foi parar em um cassino em Las Vegas. Apostou as últimas moedas e ganhou um prêmio de quase 2 milhões de dólares. Mac Blade se surpreendeu com a fadinha inocente que se tornou milionária no Comanche. E sentiu que era responsável por protegê-la nos dias seguintes à reviravolta. Ainda mais porque sabia que o maior perigo para ela poderia ser ele mesmo.

Comentários:

- A minha lembrança era de que, quando li a primeira vez, não gostei tanto do livro. Faltou química minha com os personagens, algo que tenho de sobra em outras histórias da série. Nada como o tempo para fazer a gente repensar algumas coisas, né?

- Nora explora os contrastes: a garota que sempre foi tolhida pelos pais e que se viu confinada emu ma vida segura encontra o homem que fazia das apostas (sejam as dele ou as dos clientes) a forma de ganhar vida. Ela, totalmente inocente. Ele, cínico e experiente. Ela sonhava com castelos, contos de fadas e em viver da própria criatividade como escritora. Ele não tinha essa visão tão romântica da vida porque sabia que era questão de probabilidades e, na grande maioria, a casa vence, não importa quão boas fossem as cartas nas mãos do jogador.

- E como duas personalidades tão distintas poderiam ser perfeitas uma para a outra? Nada como as tais probabilidades. E também porque temos Daniel MacGregor piando no assunto – e em nenhum momento da série vemos o casamenteiro-mor da família se enganar, né?

- Sei que os MacGregors são irresistíveis, mas o interesse aqui é ver Darcy desabrochar. A sorte no jackpot permitiu isso: ter dinheiro para não ter medo da vida, do destino que outros queriam lhe impor e de descobrir novos ambientes, novos divertimentos, novas questões pessoais e refletir sobre o que gostaria de ser e fazer. Ela se liberta da “velha” Darcy e abre as portas para novas experiências. E aí que Mac paira entre ser uma boa notícia ou um grande problema.

- Afinal de contas, ele passou a idealizá-la como uma jovem inocente que caiu no antro de tentações e das perdições, onde poderia perder o melhor de si mesma. E ainda, por cima, se sentia disposto a colaborar com isso, porque a desejava e percebia que ela o queria também.

- Mac pira um pouco ao presumir que a inocência de Darcy a impedia de decidir sobre a própria vida. Até parece que a garota é burra. Não é. Deveria ter dado um pouco mais de crédito a ela. Mas como bem lembrou Daniel, ela é uma Wallace, sangue escocês forte. Não vai hesitar em deixar isso bem claro. E quem lê agradece. Não sei onde estava com a cabeça quando não gostei do livro. Agora que entendo a força de Darcy, ele se tornou bem especial para mim.

Série Os MacGregors (The MacGregors)
1. Jogo da Sedução Playing the Odds (1985) – Serena MacGregor e Justin Blade
2. Destino Tentador - Tempting Fate (1985) – Caine MacGregor e Diana Blade
3. Orgulho e Paixão All the Possibilities (1985) – Alan MacGregor e Shelby Campbell
4. Encanto da Luz - One Man's Art (1985) – Genevieve Grandeau e Grant Campbell,
5. Hoje e sempre - For Now, Forever (1987) – Anna Whitfield e Daniel MacGregor
6. Rebelde – Rebellion (1988) – Serena MacGregor e Brigham Langston
7. Um mundo novo - In From the Cold (1990) – Alanna Flynn e Ian MacGregor
8. Instinto do amor The MacGregor Brides (1997) - Julia, Gwen e Laura
9. Beijos que conquistam The Winning Hand (1998) – Darcy Wallace e Robert MacGregor Blade
10. Amor nunca é demais - The MacGregor Grooms (1998) – D.C., Duncan e Ian
11. Um vizinho perfeito - The Perfect Neighbor (1999) – Cybil Campbell e Preston McQuinn


Bacci!!!

Beta

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário