domingo, março 26, 2017

Ciao!!!





Chegamos ao desfecho da última integrante do Quarteto ainda solteira e bem revoltada por isso.
Só que nem sempre conseguir o que se deseja pode ser o fim dos problemas.
Iris vai descobrir isso.

Os mistérios de Sir Richard – Julia Quinn – Editora Arqueiro (Quarteto Smythe-Smith 4)
(The secret of Sir Richard Kenworth – 2015 – HarperCollins)
Personagens: Iris Smythe-Smith e Sir Richard Kenworth

Sir Richard precisava de uma esposa. O que o diferenciava de outros homens é a pressa que ele tinha em conseguir uma jovem que aceitasse se casar e ir com ele para o interior. Iris estava irada por ser, mais uma vez, obrigada a participar do recital-tortura. Até que pareceu um pretendente inesperado, apressado e, por melhor que parecesse, Iris sentia que algo não se encaixava. Mas após ser comprometida, Iris agora embarcaria para longe da família e para o futuro, fosse bom ou não.

Comentários:

- Quer ironia? Iris era a única das jovens solteiras Smythe-Smith com talento real para musicista. Detestava tanto os recitais que não via gosto em participar, ainda mais agora após os casamentos de Honoria e Sarah e, horror dos horrores, tendo que lidar com os delírios da irmã, Daisy, que se achava a musicista (lady Danbury poderia ter repetido com a chata da Daisy uma estratégia de negociação agressiva usada no livro da Honoria. Tenho certeza de que seria aplaudidíssima – não que ela importe com aprovação alheia, claro). Para escapar, só casando!

- E não é que apareceu um pretendente? Iris era inteligente demais para acreditar em conto de fadas... ou para recusar a chance de escapar para sempre do Quarteto. Só que ela tinha a sensação de que alguma coisa não se encaixava, embora não conseguisse explicar o quê.

- Richard precisava de uma noiva. Como todo homem solteiro, com responsabilidade sobre propriedades e sobre o destino das irmãs, isso era óbvio. Mas ele precisava URGENTEMENTE de uma noiva, que fosse perfeita. Correndo contrao tempo, ele até aceitou comparecer ao recital das Smythe-Smith. E foi lá que ele viu Iris quase se escondendo atrás do violocelo e percebeu que a busca havia acabado. Agora só faltava conseguir que ela aceitasse o casamento, por bem ou por mal.

- Ao contrário dos livros anteriores, onde quem lê é informado de antemão sobre o segredo que ronda a história (no caso, dos personagens Marcus, Anne e Hugh), neste, só descobrimos junto com Iris os motivos que levaram Richard a se casar com ela. Então são muitas páginas para ficar elaborando porque Sir Kenworthy faz o que faz e, em algumas vezes, consegue ser tão contraditório e confuso. Sem dar spoiler, posso dizer que é uma daquelas situações onde quem está de fora percebe que não era tão complicada de resolver. Só que, quando fatores como gente (muito) teimosa, consciência pesada e um tantinho de afobamento mais algumas outras coisinhas mais, justificam de alguma maneira o jeito como Richard agiu. Tanto que, quando liguei os pontos, pensei que era simples demais, até me dar conta de que só achava isso porque não era comigo. Afinal de contas, os problemas alheios nunca são tão grandes comos os nossos, né?
De fato os homens podiam ser muito estúpidos.
- Como encrenca pouca é bobagem, no meio desta história torta, os dois vão se apaixonar. Só que os mistérios de Sir Richard – e as consequências deles – vão complicar muito. Haverá sensação de humilhação, de restrição, algumas mentiras e meias-verdades e muita mágoa. E até colocar as coisas nos lugares leva tempo. Tanto tempo que inclusive dá para se colocar no lugar do outro e aprender a perdoar.

- É um livro gostoso de ler, talvez com sofrimento para os extremamente curiosos (tipo eu, que ficava tecendo as mais insanas teorias sobre os segredos de Richard e cheguei perto de parte da verdade, mas pouco antes da grande revelação). Iris é teimosa, encantadora, inteligente e revela uma personalidade forte, ao mesmo tempo, delicada e, em algumas horas, áspera e sarcástica. Richard é um bom homem com peso na consciência e em situação desesperadora para fazer tudo certo. A gente acaba se compadecendo da criatura e rezando pra ele parar de meter os pés pelas mãos. Enfim, é uma despedida amável desta série com personagens divertidos e cativantes. Agora só nos resta esperar pela próxima oportunidade em que Julia Quinn vai nos pegar pela mão e levar de volta para a próxima temporada na Inglaterra do século 19.

- Só por curiosidade: temos aparições de Hyacinth e Garreth e também de Winston de Bevelstoke.

Quarteto Smythe-Smith
Simplesmente o Paraíso Just like heaven  Honoria Smythe-Smith e Marcus Holroyd
Uma noite como esta A night like this  Anne Wynter e Daniel Smythe-Smith
A soma de todos os beijos The sum of all kisses – Sarah Plainsworth e Hugh Prentice
Os mistérios de Sir Richard – The secret of Sir Richard Kenworth – Iris Smythe-Smith e Sir Richard Kenworth.


Bacci!!!


Beta
Reações:

17 comentários :

  1. A única que tem talento... essa promete.
    Não sou grande fã da Julia, mas quero encarar a leitura dessa série, até porque é menor que a anterior... rs

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Ainda não li nada da autora, até tenho vontade mas não consegui me encantar com essa série, esse livro em si até parece interessante, o terceiro eu gostei, mas não gostei dos dois primeiros, então acho que pularei a dica, mesmo mordendo de curiosidade para saber como fica a Daisy

    ResponderExcluir
  3. Que resenha incrível menina, mas vou te confessar que nenhuma obra desperta tanto meu interesse assim vindo da Julia, mas fico imensamente contente de encontrar uma resenha dessas em seu blog que é lindo!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Olá lindona,

    Esse livro desse o melhor de todos, porque temos uma jovem talentosa e decidida a não querer aparecer como os irmãos e isso deve dar uma bela diversão no enredo e uma dor de cabeça tremenda para o pretendente haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. oie Beta.
    Cada vez que leio uma resenha sua, aumenta minha esperança que nem tudo está perdido.
    Adorei a resenha. Excelente.
    bjssssss

    ResponderExcluir
  6. Apesar da resenha bem escrita, eu não me interessei pelo livro, não! E olha que eu me interessei pela série antes. Inclusive das vezes anteriores que você mesma falou sobre os livros. Mas achei a história um pouco enfadonha, sei lá... Mas talvez eu não goste desse, né? Mas os outros eu gostei. Então eu vou tentar adquirir ao menos o primeiro livro para ver qual vai ser. Um beijo, flor! Sucesso pra ti!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  7. Oi, Beta
    Você é rápida, hein! Já finalizou a série e eu ainda nem comecei rs
    Ah, parece ser muito linda toda a série! Fico feliz que tenha terminado aprovando as tramas e personagens. Gosto quando tem um segredo no ar em um romance de época.

    ResponderExcluir
  8. Olá, amei sua resenha. Apaixonada por romances de época que sou, quero muito ler esse livro, ainda mais depois de você ter me deixado curiosa com o segredo que o personagem esconde.

    ResponderExcluir
  9. Oi Beta!
    Eu adorei esse último volume da série!
    Achei a trama bem fofinha, e ficava imaginando o que realmente seria esse segredo. E só fico pensando qual será o próximo livro publicado aqui no Brasil.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Olá! Cada resenha que leio sobre o quarteto, com mais vontade fico de ler. Te confesso que eu gostei mais desse volume! Parece que a história é mais cheia de emoção. Fico super curiosa sobre esses segredos! Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Acho a Julia incrível! Sou super suspeita, pois ultimamente ando na vibe de romances de época! Estou louca para ler o quarteto! Bjs :*

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Não leio muitos romances de época, mas tenho muita vontade de investir nessa história. Adorei ler suas considerações.

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Não curto romance de época mas de tanto ler resenhas do gênero, meio que já conheço esse Universo. ótima resenha!

    ResponderExcluir
  14. Oiii!!

    Eu acho as nossas capas tão mais bonitas.
    Como você sabe, eu não li ainda essa série, maaaaas eu morro de curiosidade de conhecer tanto a escrita quantos os personagens.
    Gostei da sua resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Heiii, tudo bem?
    Amoo demais romances de época e esses novos da Julia Quinn eu vou ler com certeza.
    Amei saber mais da história do quarto livro, acho que vai ser um dos mais lindos e vai fechar bem essa serie.
    As capas sao lindas demais, mto boa a resenha.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  16. Oiee, esse foi o livro mais fraquinho da serie eu acho, pelo menos para mim, mas mesmo assim ainda foi uma leitura bem gostosa!

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Primeiro que não sei porque mas amo o nome Richard, então meus olhos já brilharam logo no inicio da resenha. Segundo que sou extremamente curiosa e adoro um bom sofrimento por parte dessa característica rsrs
    Adorei saber suas impressões e fico feliz que há aparições de personagens dos outros volumes para poder matar a saudade.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir