sábado, dezembro 03, 2016

Ciao!!!



Assim como em abril, o cliente começa um idiota, mas se revela um ser de bom coração.
E sim, temos revivals de coisas ruins e boas.

A Garota do Calendário: Julho – Audrey Carlan – Verus
(Calendar Girl: July – 2015)
Personagens: Mia Saunders e Anton Santiago

Mia foi para Miami para ser a estrela do novo clipe do astro do hip-hop Anton Santiago. O homem era pura sedução, mas a cabeça dela ainda está muito confusa com fatos recentes. Enquanto aprende a dançar e a representar o papel de Sedutora, ela entra na vibe conselheira de novo para colocar ordem na vida do cliente enquanto se vê diante de decisões importantes para si mesma.

Comentários:

- Para quem reclamava que a Mia reagia prontamente a qualquer homem lindo que aparecia na série, vai descobrir que ela “ganhou” uma trava como consequência dos fatos narrados em Junho. Uma prova de que a situação não estava bem resolvida na mente dela por mais que insistisse em ignorar e agir como se não fosse relevante. O problema é que qualquer tipo de trauma ao ser deixado de lado se torna uma assombração que não abandona e começa a afetar de forma drástica. Pois é, isso também está entre os desafios de Mia em julho.

- O outro desafio era lidar com Anton Santiago (e o ego dele). O Latin Lov-ah era irresistível, sexy, sexual e sabia do efeito que provocava nas mulheres. Mas também era um rapaz que percebia além das aparências (e do próprio orgulho ferido) e teve sensibilidade de entender que Mia precisava de apoio. Embora ele teve a língua solta em um momento crucial – que foi até bom para o andamento da trama.

- Só que Anton também era um tapado no que se tratava do relacionamento com a assistente Heather. Ela resolvia quase todos os aspectos na vida da criatura e queria um pouco de reconhecimento profissional, né? É aí que entra a “Mia Conselheira do Mês” para conciliar os desejos de ambos antes que fosse tarde demais.

- Tudo isso em meio aos ensaios para o clipe novo de Anton, sob o comando da coreógrafa rigorosa Maria de la Torre que precisava resolver o singelo probleminha de que a sedutora do clipe – Mia, a própria – não sabia dançar!

- Ah, um dos dilemas que acompanha Mia – sou acompanhante ou prostituta – faz uma breve aparição! Outro dilema começa a ter uma solução bem clara aqui. Não vou dizer qual é. Apenas que já estou vendo #MadreHooligan comemorando e que não é a dívida – essa ela ainda continua pagando.

- No resumo, Mia ainda está afetada pelo trauma de junho e precisa lidar com isso. Ao mesmo tempo, enfrenta um desafio que pode render bons frutos profissionais e entra em acordo sobre uma das suas pendências no ano. Na soma do mês, foi bem interessante.

A garota do calendário
1 – January – Janeiro: Weston Charles Channing III
2 – February – Fevereiro: Alec Dubois
3 – March – Março: Anthony Fasano
4 – April – Abril: Mason Murphy
5 – May – Maio: Tai Niko
6 – June – Junho: Warren Shipley 
7 – July – Julho: Anton Santiago
8 – August – Agosto: Maxwell Cunningham
9 – September – Setembro
10 – October – Outubro
11 – November – Novembro
12 – December - Dezembro


Bacci!!!

Beta
Reações:

21 comentários :

  1. Olá
    Eu acabei não acompanhando a série, mas que bom que nesses dois últimos livros a coisa parece ter engrenado. Deve ter sido divertido essa parte da Mia dançando no clip do latin-lovah

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Que resenha de tirar o fôlego gente, confesso que vi presa na série e quero ler com toda certeza.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?

    Eu amo a série A garota do Calendário e confesso que sou team Wes para sempre!!!! Ainda não li esse volume, mas estou super ansiosa

    Beijos:*
    Treslivrolatras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ola
    Eu adoro suas resenhas, e essa não é diferente heheh
    Mas continuo achando a Mia hipócrita :P
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Beta.
    Terminei de ler essa série há pouco tempo e ainda não me decidi se gosto ou não dela!! rs... Acho que a história melhorou bem a partir de julho, mas a Mia não me desceu bem com seus mimimis, sua obsessão pela irmã e sua crise acompanhante x prostituta!! rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Não li a série ainda, mas vi algumas reclamações sobre a Mia nesse sentido. Bom, nem consigo opinar tanto sobre os personagens pois ainda não fiz a leitura. Tinha mais curiosidade no começo pela série, mas ainda pretendo ler um dia. Gostei de saber sobre os fatos e personagens que configuram a trama. Espero que continue gostando dos próximos livros.

    ResponderExcluir
  7. Eu estava muito empolgada para ler essa série no início, mas já me desanimei bastante acho que pela demora de ter todos os livros, pretendo ler um dia? sim, mas não agora. Acho que isso me fará ser menos crítica. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu estou viciada nessa série e como fiquei com muito medo de pegar algum spoiler, eu pulei o posto direto pro final e fiquei curiosa para saber que trauma é esse da Mia.

    ResponderExcluir
  9. Finalmente uma resenha que me fez ter vontade de ler essa série. Li tanto por ai que ela troca rápido de namorado que não estava com nenhuma vontade de ler. Já que sou do tipo que curti até um triângulo amoroso, mas virou harém já começo a ficar incomodada, pois tem riscos do meu preferido nem aparecer mais na trama. Sem contar que quero muito saber quem conseguiu balançar finalmente o coração dela!!!! \o/

    Beijos e até logo! ;)

    ResponderExcluir
  10. Oi

    que legal a forma com que você trouxe essa série! Até hoje não tinha lido uma resenha assim e amei!

    Eu não li nenhum deles, o que sei é através das resenhas, e da forma que você a apresentou, pareceu mais fácil ainda de entender!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá! Parei no mês de junho, só retorno quando estiver com todos os livros completo em minha estante. Estou adorando essa série e torço para que Mia fique com o Wes no final da série.

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Apesar de ver um notório crescimento da personagem na trama, não é uma história que me seduz. Não estou com uma vibe legal para leituras desse gênero, mas gostei dos seus comentários.

    ResponderExcluir
  13. Sinceramente, nunca li a série, mas eu não leria. Essa romantização feita de algo que não tem nada de tão romântico, a forma que os temas são trazidos, ou como a mulher é passada, me deixa com dois pés atrás com a leitura.

    ResponderExcluir
  14. Oiii!!

    Essa é uma série que eu não tenho muita curiosidade em ler.
    Fico feliz que ela tenha conseguido evoluir melhor os personagens em cada livro espero que continue gostando do enredo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Eu estou lendo essa série, mas confesso que parei no volume 2 (Fevereiro) por motivos de não ter gostado do Alec e das atitudes que a Mia tomou ali. Sou #TeamWes e estava torcendo para que ele aparecesse nesse livro, o que não ocorreu. No demais gostei da resenha, deu pra ver sua opinião e espero em breve também ter a minha.
    Beijos <3,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Beta, tudo bem?

    Mulher, abandonei essa série. Ainda existe uma possibilidade mínima de eu retomar, depois que ler resenhas até dezembro e comprovar que vale a pena. Mas até agora, continuo com uma péssima imagem da Mia, achei ela meio detestável, mimizenta, hipócrita e sem carisma. Mas só li até maio, você acha que de junho pra julho ela muda (melhora)?

    A narrativa ainda tá lenta nos pontos principais e demorada nos que não fazem sentido? Fiquei com essa sensação, de que a autora corria quando deveria se demorar mais, e o contrário também.

    Vou aguardar mais resenhas antes de pensar se dou mais uma chance rs

    Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  17. Eu não curto livros do gênero, mas é incrivel que a cada resenha que leio fico cada vez mais curiosa hahahaha,
    a premissa está muito boa e fiquei curiosa para saber o que houve em junho que abalou tanto a protagonista.

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?
    Eita que preciso continuar essa série e ainda comprar os restantes dos livros hahahahaha.
    Minha vida tá bem tumultuada ultimamente e sempre acabo deixando para depois tanta a leitura quanto a compra.
    Enfim...espero que em 2017 a parada seja outra. =P

    Abraço

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
  19. Oie!!
    Nossa que agora eu to me remoendo aqui... eu to lendo a série pouco a pouco e meu Deus que que é esse trauma de Junho? To em maio, céus!!
    O mês de Julho está bem relacionado ao Junho pelo que eu percebi através da sua resenha, né?
    PRECISO!!

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?

    Essa é uma série que, quando vi ser lançada me despertou o interesse, mas a cada resenha que leio, perco o interesse. Minha parceira de blog, adora a série, a May, a do comentário acima. rs
    Mas, essa sua resenha me deixou curiosa, parece que finalmente a autora resolveu mostrar que esse tipo de vida da Mai não é as mil maravilhas...

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  21. Eu até senti uma pontinha de solidariedade por ela dessa vez, achando muito legal ela ter uma oportunidade de aprender a dançar, mesmo que seja para um clipe de hip-hop, um estilo musical que não tem minha simpatia. Oh, sim: eu fiquei com dó dela pelo trauma arrastado, tornando-se assombração (fato) em sua vida, porém ela continua não sendo minha personagem feminina preferida desses romances recentes em livraria.

    ResponderExcluir