segunda-feira, dezembro 14, 2015

Ciao!!!



Mia Sheridan conseguiu de novo. Depois de me fazer apaixonar pela luta de Archer e Bree pelo amor superar as mentiras, vamos agora acompanhar a história de um amor tão grande que era capaz de mudar vidas que não tinham conhecido o melhor dos seres humanos.

O Coração do Leão – Mia Sheridan – Arqueiro
(Leo - 2013)
Personagens: Evelyn “Evie” Cruise, Leo McKenna e Jake Madsen

Evie e Leo se conheceram em um lar adotivo quando ela tinha 10 e ele, 11 anos. Duas crianças que tinham visto o pior do ser humano e não tiveram a proteção de quem deveria defendê-los. Nem foram devidamente acolhidos pelo sistema que devia cuidar deles neste caso. Nos quatro anos que conviveram se tornaram próximos e prometeram que esperariam um pelo outro quando Leo foi adotado e se mudou para a California. Oito anos mais tarde, Evie é uma jovem trabalhadora que coloca um “perseguidor incompetente” contra a parede só para descobrir que ele tinha sido enviado por Leo para saber como ela estava.

Comentários:

- Como falar deste livro? Não é nem pelo medo de dar spoiler, porque geralmente não faço isso (e quando considero necessário fazer, aviso), mas pela incapacidade de resumir os sentimentos despertados durante a leitura. Que, diga-se de passagem, foi praticamente non-stop. Em 2h li mais da metade do livro. Tive que parar para resolver problemas da vida real. Quando me vi liberada, terminei em outro par de horas. E vim direto escrever.

- Duas crianças negligenciadas pelos pais e mães biológicos encontram apoio um no outro, enquanto sobrevivem nas regras ditadas pelo sistema que deveria acolhê-las, mas só as despejam em casas onde elas não passam de uma garantia de um cheque mensal. E ainda permanecem expostas a riscos. Quando o impossível ocorre – uma família interessada em adotar um adolescente – Leo encontra uma casa que o deixa longe de Evie. Mas promete escrever e voltar para buscá-la quando ela completar 18 anos.

- Só que o tempo passa e Leo não manda notícias. E você achou que Evie ficou sentada chorando pitangas? Nops. Ela se protegeu e foi à luta para se sustentar assim que ficou livre do “sistema”. Exatamente, aos 18 anos, sem apoio, sem família, ela se virou. Tornou-se camareira no Hilton durante o dia, trabalha como garçonete em um bufê em eventos noturnos, conseguiu um local próprio para morar. Longe de qualquer ostentação, uma jovem trabalhadora como tantas por aí, com vários sonhos a realizar, que sabia que nada cairia do céu e que tinha muito a fazer se quisesse avançar. Quando a história começa, Evie – que é a narradora – está com 22 anos e percebeu que tinha um homem a seguindo, onde quer que ela fosse. Curiosa com o “pior perseguidor da face da terra”, decidiu confrontá-lo e descobriu que Jake Madsen tinha sido enviado por Leo para saber como ela estava.
“Também estava pensando que, até onde posso ver, você fez um trabalho incrível em não deixar seu passado torná-la uma pessoa dura. Não há nenhuma amargura ou rispidez em você, nada, nem em sua atitude, nem no modo como você se comporta, ou em seus olhos, seu sorriso, no jeito como trata as pessoas. Você está sempre tomando conta das pessoas de sorte que têm o seu amor. Você é assim.  A vida obviamente lhe tirou muito, e sei que você sofreu bastante, mas o fato de ter cnfiado em si mesma para superar isso e de não ter se permitido ficar cínica ou fria... Isso é mérito seu. aproprie-se disso”. (p.95)

- A partir disso, seguimos com Evie pensando novamente nos sentimentos por Leo e vivendo uma aproximação, interesse e atração por Jake. Quem nunca viveu uma situação onde as coisas escapam do seu controle e, ao mesmo tempo, você tem e não tem certeza de que é a melhor decisão. Apesar de ser a única decisão possível: viver e ver o que acontece. Será fácil? Não. Parecerá perfeito e imperfeito. Algumas coisas não se encaixarão. E quando tudo passar a fazer sentido para Evie e para nós, leitoras e leitores (que farão esta descoberta junto com a protagonista), vamos entender que o mundo vai um pouco além das nossas concepções pré-estabelecidas no conceito de felicidade para todos – uma ideia que não é real.

- Mia Sheridan mais uma vez mostra com maestria a crueldade deste mundo. Ninguém deveria viver o que Evie e Leo passaram. No entanto, a história deles, infelizmente, é cada vez mais comum nas manchetes de jornais no Brasil e no mundo afora. E mais uma vez, igualmente com maestria, reforça que o amor pode ser a ponte que ajuda a superar ou a curar (cada caso é um caso) e pode nos tornar melhores. Mas é necessário enfrentar o sofrimento. E tirar dele qualquer possibilidade de reger as nossas atitudes. Esta é a lição que Evie ensina. Por sorte, ela teve um homem com coração de leão – igualmente castigado pela vida e por si mesmo – disposto a aprender e a lutar por isso.

“Sabe seu dom de contar histórias, Evie? Não tem nada a ver com você se perder em sua mente, ou em viver em uma terra de sonhos. Tem a ver com a beleza do seu coração, com sua capacidade de dar a volta por cima até mesmo na pior das situações”. (p.193)
Depois do lançamento do livro #4 – A voz do Arqueiro –, é a vez de ler o livro que abriu a série Signs of Love. A Editora Arqueiro ainda não anunciou o próximo. Pela lógica poderia ser Leo’s chance, onde a gente conhece a versão desta história narrada por Leo. Obviamente, quero e estou esperando para ler todos os outros.

Série Signos do Amor (A Sign of Love)
1. Leo  O coração do Leão – Evie e Leo (Leão #1)
2. Leo’s chance  O Leão Ferido (lançamento de fevereiro) – Evie e Leo (Leão #2)
3. Stinger – Veneno (lançamento de julho) – Grace Hamilton e Carson Stinger (Escorpião)
4. Archer’s voice  A Voz do Arqueiro – Bree Prescott e Archer Hale (Sagitário)
5. Becoming Calder – ainda não lançado em Português – Eden e Calder (Aquário #1)
6. Finding Eden – ainda não lançado em Português – Eden e Calder (Aquário #2)
7. Kyland – ainda não lançado em Português – Tenleigh Falyn e Kyland Barrett (Touro)
8. Grayson's vow - ainda não lançado em Português - Kira Dallaire e Grayson Hawthorne (Libra)
9. Midnight Lily - ainda não lançado em Português - Holden Scott (Virgem
10. Ramsay - ainda não lançado em Português - Brogan Ramsay (Áries)




Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. eu to doida pra ler este livro, a trama parece ser linda, aliás se for a metade do primeiro da série ja será em si perfeito!
    estou doidinha pelo meu exemplar de parceria, não posso deixar de ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Impossível não apaixonar-se por esse casal e suas aventuras melhores e piores até reencontrar-se em seu futuro solitário ! Essa trama pareceu ser delicada e envolvente, apesar de seu tema um tanto triste ...

    ResponderExcluir