domingo, maio 24, 2015

Ciao!!!




LIVRO BÃO!!! LIVRO MAIS QUE BÃO!!! LIVRO ÓTIMO!!!
Só não entendo porque levou VINTE ANOS para ser publicado por aqui!!!

O príncipe dos canalhas – Loretta Chase – Arquivo
(Lord of Scoundrels - 1995)
Personagens: Jessica Trent e Sebastian Leslis Guy de Ath Ballister, “Lorde Belzebu”, marquês de Dain

Ele era feio, foi abandonado pela mãe e rejeitado pelo pai. Penou em Eton até ter idade e corpo para se defender. Só então se tornou o temido Lorde Belzebu, o flagelo da honra e decência e acima de tudo da história da própria família. Vivia à parte da sociedade, sendo imoral demais para as damas honestas, rico demais para ser molestado e forte o suficiente para ser temido. Até o dia em que Jessica Trent, uma jovem de família honrada, resolveu enfrentá-lo para salvar o irmão pamonha de sua influencia nefasta. Só que Lorde Belzebu não era o tipo de levar desaforo para casa. De ninguém.

Comentários:

- Loretta Chase ganhou minha admiração por fazer um livro do jeito que eu gosto: personagens inteligentes, tramas que fogem da solução óbvia, diálogos inspirados, faz tempo que não vejo o mote “A Bela e a Fera” tão bem cuidado e desenvolvido igual aqui. Aliás, ela podia abrir um workhop para autoras experientes ou não da forma de criar personagens legais e saber o que fazer com eles sem deixar a gente morrer de tédio ou de raiva ou curar a insônia durante a leitura.

- Lorde Belzebu é um daqueles personagens tão além da superfície que você fica encantada ao perceber cada faceta dele. A primeira é a óbvia, aquele velho ditado que a beleza está nos olhos de quem vê. Afinal de contas, a descrição que fazem dele não é a típica “homem mais lindo que houve na face da Terra”. Aliás, no início, está mais para o oposto. No prólogo que nos apresenta o protagonista conta uma historia de abandono em diferentes níveis, rejeição, bullying na formação de um homem disposto a não permtir que o magoem novamente.

- E é justamente este homem qu a protagonista Jessica Trent procura em Paris, ao viajar para tentar colocar juízo no irmão abilolado que está numa vida de hedonismo e desperdício na capital francesa. A conclusão dela era óbvia: Bertram não era capaz de nada sozinho, nem de fazer mal a si mesmo. Lógico, ele estaria sob a influência de alguém. E todos fizeram questão de dizer o nome do culpado: Sebastian Ballister, marquês de Dain, o temível Lorde Belzebu.

- Os dois se conhecem em uma loja de antiquários. E desde o início, há eletricidade, há antagonismo, há desafio, há interesse. Sebastian fica impressionado por ela não agir como as outras, por não temê-lo. Jessica se surpreende por não temê-lo e até mesmo por compreender que há algo mais (afinal de contas quem teve uma avó como Geneviève está realmente preparada para a vida). A partir disso, prepare a pipoca e o guaraná (se tiver quente) ou o chocolate quente (se tiver frio) porque iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitttt’s tiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiime, o embate vai começar.

- Todas as vezes que os dois se encontram há provocação, há desafio, há aquela coisa de gato-e-rato. Todas as vezes a autora ignorou o que eu achava (do alto de várias leituras – boas e ruins – anteriores) que iria acontecer e tomava um caminho totalmente inesperado (pra mim). Em todas as vezes eu tinha uma enorme vontade de aplaudir (o que ninguém iria entender porque a louca do ponto de ônibus está gargalhando enquanto tenta equilibrar um livro e aplaudir ao mesmo tempo). É necessário reconhecer o mérito de quem respeita os personagens – e o leitor, por tabela – ao conduzi-los numa jornada marcada por charme, elegância, desejo até chegar ao amor.

- Aparências à parte, os dois são muito parecidos. São teimosos, são personalidades fortes, são cabeçudos, são inteligentes, representam um desafio um para o outro. E começam a pegar gosto em provocar, ver como o outro vai reagir – e mesmo em surtar por isso. São lindos e apaixonantes. E perfeitos um para o outro. Só fico estressada por ter esperado tanto para ler. Vinte anos deu tempo de fazer faculdade e trabalhar pra caramba. Metade desta espera foi já com o Literatura de Mulherzinha no ar. Ah, deu tempo de ler muita ideia que não virou história, mas foi publicada assim mesmo, personagens bons desperdiçados a torto e direito. Pena que não posso dar mais detalhe. Mas só saiba isso: é muito bom, vale a pena. E se prepare pra ver gente inteligente se apaixonando e fazendo a gente se divertir muito enquanto isso.

É parte de uma série, onde os livros podem ser lidos de forma independente. Os outros personagens aparecem ao longo da jornada de Sebastian e Jessica. Agora vamos esperar os outros livros por aqui.

Série Scoundrels

1. The Lion's daughter - Esme Brentmore e Varian St. George, Lorde Edenmont
2. Captives of the night - Leila Beaumont e Conde d'Esmond
3. Lord of Scoundrels – O príncipe dos canalhas – Jessica Trent e Sebastian Leslis Guy de Ath Ballister, “Lorde Belzebu”, marquês de Dain
3.5. The Mad Earl's Bride - Gwendolyn Adams e Dorian Camoys, conde de Rawnsley
4. The last hellion - O último dos canalhas - Lydia Grenville e Vere Mallory, duque de Ainswood


Bacci!!!

Beta
Reações:

4 comentários :

  1. Vi na livraria e adorei a capa, agora lendo a tua resenha acho que vou voltar lá buscar hahaha
    Adorei! Meu tipo favorito de história em romances de época <3

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da Loretta mas vi muita divulgação desse livro ultimamente só não sabia que ele já tinha sido escrito há tanto tempo....
    Ah e aqui tá chovendo e bem friozinho, ótimo pra passar o dia todo lendo...
    bjus
    http://reticenciasliterarias.blogspot.com.br/
    Página Facebook

    ResponderExcluir
  3. Um romance ótimo !!! Aliás foi excelente poder ler sem ficar preocupada com romances anteriores e romances posteriores !!! Ele tem uma história fechada em si mesma realmente, o que foi excelente mesmo !!! Muito grata pela dica preciosa !!! Jessica é excelente !!! Sebastian é maravilhoso !!! Principalmente quando ele fala em italiano (seja o que for !). Eu amei, amei, amei, amei, amei !!! Bárbaro de começo ao fim mesmo !!!

    ResponderExcluir
  4. MARAVILHOSO! SENSACIONAL!

    Como esperei por esse livro, gente! Nem acredito agora quando olho para a minha estante e vejo o tão desejado Lorde Belzebú lá, em destaque!!!! Felicidade total!

    Agora, para ficar felicidade suprema a Arqueiro tem que continuar a me surpreender favoravelmente e publicar os outros livros da série. Tenho certeza de que será um sucesso!

    Não deixem de ler. É imperdível.

    Bjs!

    ResponderExcluir