sexta-feira, setembro 05, 2014

Ciao!!!

Não poderia começar este bate-papo sem uma historinha... 

Quem achou o livro da Marina Carvalho na livraria foi #madrehooligan. Num daqueles momentos em que a gente se dividiu para garimpar, ela viu “Simplesmente Ana” e já veio anunciando que “era livro de príncipe e princesa” (ela ama). E eu levei.

Ainda sofrendo com a pilha (eternamente) atrasada por causa do Mestrado e caos profissional de 2013, o resultado: #madrehooligan leu antes de mim (normal) e amou!

Algum tempo depois, em outra garimpada na livraria, não lembro quem achou “Azul da cor do mar”, mas é óbvio que eu, ao ver esse título, nem pisquei em pegar, ir ao caixa e trazer pra casa.

Um bom tempo se passou sem eu conseguir ler nenhum dos dois. A vida real tem horas me consome demais. Só em agosto consegui ler o “Simplesmente Ana. E depois de mais alguns contratempos (muito trabalho, pouco tempo e o fato de que ele mal saiu da livraria e foi confiscado por #madrehooligan), li o “De repente, Ana” que estará no Literatura de Mulherzinha neste sábado.

E tudo isso só foi possível porque, a turnê de lançamento incluiu Juiz de Fora (ao que agradeço bastante). E fiquei sabendo porque as meninas do Mulheres Românticas compartilharam no Twitter (Carol e Flavinha, beijão procês!!! Ajudaram a blogueira a pautar a jornalista XD). E aí, em uma sexta-feira daquelas malucas de agosto (leia-se: você planeja sair do horário, imprevisto atrasa. Quer pegar ônibus, dá de cara com engarrafamento daqueles. Fica andando em uma noite fria *ninguém merece!* pedindo pelamordeDeus um táxi, até que Deus se compadece e faz um aparecer. Perde o bate-papo mas chega a tempo de conversar, tietar e tirar fotos), acompanhada por #madrehooligan, consegui chegar!

Adorei conhecer a Marina e o Rogério, marido dela. Foram muito amáveis. A Marina autografou os livros da série “Ana” para minha mãe, quem achou os livros e fanática por histórias de princesas e o “Azul da Cor do Mar”, para mim (sim, está aqui e preciso contar: comprei, #madrehooligan surrupiou e pretendo ler o quanto antes. Oremos).

Aí como sou abusada, perguntei à Marina se poderia mandar umas perguntas para ela, sobre o “De Repente, Ana” para publicar no Literatura de Mulherzinha antes do post sobre o livro (sim, repetindo: amanhã, não perca!!!). Portanto, para deixar todo mundo com gostinho de “quero mais”, confiram o bate-papo:

- Por que escrever uma continuação da história de Ana?
Porque muitos leitores, depois de lerem o SIMPLESMENTE ANA, começaram a pedir a continuação da história. Por causa disso, fiquei muito motivada a desenvolver novas premissas.

- Quais foram os desafios para criar uma história nova com personagens que o leitor já conhece?
Com certeza o principal desafio foi manter a fidelidade a respeito dos personagens, manter o caráter original, não deixá-los se perderem pelo caminho, como se fossem outras pessoas.


- Ana será confrontada com uma responsabilidade muito grande nesta segunda parte. Mesmo sem ser princesas ou príncipes, como o leitor pode se identificar com a personagem?
A Ana é uma personagem muito verossímil. Apesar de ser princesa e enfrentar situações que nenhum de nós um dia vai viver, ela é
humana, simples, palpável. Só assim consigo que os leitores se identifiquem com ela.

- Teve alguma coisa que você planejou para a história e saiu diferente do que você planejou?
Eu planejo tudo, mas nem sempre sai como espero. Muitas vezes o que penso com antecedência se modifica no desenrolar da trama. Exemplo disso é um personagem que mudou completamente por causa de uma sacada que tive no meio da trama. risos

- Teremos novo show do Bon Jovi na Krósvia? (amei essa cena)
Ah, infelizmente, não.
(ps. da Beta: Não se desesperem, fãs do Bon Jovi, isso não significa que ele e a banda estejam ausentes no livro ;D)

- A opinião dos leitores após "Simplesmente Ana" ajudou em algum momento do trabalho do próximo livro?
Sim, e como! Algumas Passagens foram construídas em torno de muitas opiniões que recebi sobre o livro um.

- E agora virá a terceira parte. Já tem previsão de quando será lançada e o que você pode antecipar?
Sim, terceira parte chegando. Bom, ela virá em 2015 e será um spin-off dos dois primeiros livros, ou seja, os protagonistas serão outros.
(ps. da Beta: Não, não perguntei quem serão os protagonistas. Sim, tenho suspeitos. Não, não vou contar.)

- Para encerrar, queria que você falasse sobre a experiência de participar na Bienal de SP.
Bom, eu estive na Bienal no primeiro fim de semana e foi a sensação mais incrível de toda a minha carreira até agora. Fiquei pasma com a quantidade de leitores que me procuraram e demonstraram todo o carinho que sentem por mim e por minhas histórias. Sensacional.

Ficamos lindas, né?
Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Sim, vocês ficaram lindas, mas que frio era esse para tanto casaco assim ???!!!

    ResponderExcluir
  2. Sil, digamos que a cidade gosta de variar. Quente de rachar e frio de doer. E eu sou muito friorenta. Aí danou-se!

    ResponderExcluir