terça-feira, setembro 17, 2013

Ciao!!!



É tão bom sair do óbvio. O livro é de autores espanhóis e, confesso que não sei o que esperava, mas, seja lá o que for, o livro é muito melhor que qualquer expectativa.

O melhor lugar do mundo é aqui – Francesc Mirailles e Care Santos – Record
(El mejor lugar del mundo es aquí mismo - 2008)
Personagens: jornada de Iris

Iris não estava vivendo o melhor momento: tinha acabado de perder os pais em um acidente de carro e foi salva de cometer um ato extremo por um anjo inesperado. Vagando pelas ruas encontrou um café antigo chamado “O melhor lugar do mundo é aqui”. Lá encontrou um espaço para se recompor e aprender a enxergar a vida com outros olhos. Além de conhecer um mago e um amigo inesperado. A partir disso, poderia retomar a própria vida com a vitalidade que ela merecia...

Comentários:

- Enfim, o livro começa mergulhando na tristeza de Iris, ainda absorvida na dor da perda dos pais e do fato de não ter mais ninguém próximo no mundo. Em uma noite, tomou uma decisão extrema, mas desistiu dela pela interferência de um anjo inesperado. Vagando pelas ruas, encontrou um café que nunca havia visto antes, chamado “O melhor lugar do mundo é aqui”. Entrou, ficou curiosa diante de algumas coisas e pessoas que não conseguia explicar de alguma forma lógica. E pela primeira vez, encontrou uma distração: um desconhecido que começou a conversar com ela.

- A partir das constantes visitas de Iris ao café, as interações com o proprietário – um ilusionista – e com Luca (o “desconhecido”), Iris inicia uma jornada de reavaliação da vida e de entrar em acordo consigo mesma e com coisas que não pode mudar. Além de assumir a direção, determinando novos desejos, metas - abrindo mão do passado e aprendendo a viver no presente sem ficar sofrendo pelo que poderá vir a ser.

- É um livro curto, de leitura rápida, mas não o menospreze. Não sei quanto a vocês, mas houve algumas coincidências com a minha vida atual e, em um capítulo especial, fui obrigada a pensar que o autor andou me pesquisando e escreveu como recado descarado para mim. E como tudo tem seu tempo, foi uma bênção de paz em um período de cansaço pós-turbulência na minha vida (já disse antes, o combo Mestrado + mudança de função no emprego *para melhor* me desgastou tanto que conto os dias para as férias – em outubro, amém!). Em dia sensível, me vi considerando aplicar algumas coisas citadas aqui – o psicanalista de bolso é uma ótima ideia – outras nem tanto – minha incapacidade de entender poesia e abstração me impede de fazer o haicai.

- Quer saber? Altamente recomendado. Talvez você não o leia agora. Ou talvez quando leia, ache que não era isso tudo. No entanto, neste mundo moderno, capitalista, cada vez mais touchscreen no virtual e menos afetivo na vida real, este livro traz um momento de beleza, simplicidade e profundidade, do jeito que eu gosto de ler. O booktrailer resume bem: “Abra os olhos à magia da vida”.

- Links: O livro tem site oficial (amei visitar, tem trilhas sonoras, notícias, informações sobre os autores), as avaliações no Goodreads e confira o booktrailer, que dá bem uma ideia, sem entregar o ouro, sobre o clima inicial da história:


Bacci!!!

Beta 
Reações:

Um comentário :

  1. Uma xícara de café cremoso e quente para dias cinzentos e frios em forma de livro !!! Uma idéia aconchegante e poética, bastante diferente ao que tudo indica !!!

    ResponderExcluir