domingo, junho 30, 2013

Ciao!!! 




Ok, tenho sério problema com livros com piratas. Se eu encontro e confio na autora, pego na hora.
Foi o caso aqui. Superei até a minha cisma com os livros da NC.

O lobo do mar - Kinley MacGregor – Julia 1388
(A Pirate of her own – 1999  Harper Collins Publishers)
Personagens: Serenity James e Morgan Drake

Um artigo em um jornal de Savannah transformava o Lobo-do-Mar em um paladino dos mares nos Estados Unidos, lutando contra os navios britânicos e piratas de outras nacionalidades. Essa exposição não era desejada pelo comandante Morgan Drake. E sem pensar, ele tomou uma atitude impensada: foi cobrar satisfações do jornalista e quase caiu para trás ao ver que era uma mulher e que não tinha a menor ideia de quem ele era. No entanto, para protegê-lo, alguns de seus comandados decidiram sequestrar Serenity James – e foi assim que ela embarcou na tão sonhada aventura.

Comentários:

- Siiiiiiiiiiiiiiiim, jornalista encontra pirata. Olhinhos brilharam como personagem de animê. Morgan Drake era comandava o Triton’s Revenge em batalhas no oceano, libertando americanos que estavam presos em embarcações inglesas. Ao ler uma descrição muito detalhada de suas atividades em um jornal, decidiu averiguar o quanto o SS James, jornalista que assinou o artigo, sabia sobre ele. E para surpresa: era uma mulher que, embora relatasse bem as façanhas, não tinha a menor ideia de quem ele era. Dando graças a Deus pela identidade continuar secreta, voltou para o navio, disposto a continuar a vida. Mas alguns comandados, acreditando que permaneciam em risco, simplesmente sequestraram Serenity.

- Ok, Serenity também ajudou, ao perceber que havia mais por trás do homem que a havia interpelado no jornal, decidiu se disfarçar como homem e dar uma incerta nas docas, atrás dele e de informações para o artigo de jornal. Ela tinha certeza de que se conseguisse uma grande matéria para o jornal o pai a respeitaria (e pararia com a conversa sobre arrumar um marido). E para completar, o texto dela atraiu um caçador de recompensas, disposto a extrair do jornalista tudo para achar o Lobo-do-Mar.

- Uma mulher no navio é certeza de confusão, né? Uma criatura como Serenity é certeza de orações para o navio não afundar. Teve uma coisa que ela fez que deu raiva em mim – sério. Claro que, da obrigação de conviver, do estranhamento, eles começam a se gostar, mas fica muito difícil achar um caminho entre a moça de família rica de Savannah e o pirata que lutava por justiça e vingança (ah, é, tem isso também. Ele tem um motivo sério para se vingar). E sem contar que o mais cruel pirata rival não é capaz de tirar Morgan Drake do prumo como Serenity (tem horas que ela cansaria Jó, sério). Não sei se a tesoura atuou nesta história porque não tive acesso à versão original. A princípio, não notei nenhum corte abrupto.
   
- No livro dá a pista e eu fui pesquisar. Ele faz parte de um dueto chamado Sea Wolves (Lobos-do-mar)
1. Master of Seduction - Coração Pirata - Grandes Clássicos Históricos NC (não consegui o número)
2. A Pirate of Her Own - O lobo-do-mar - Julia Históricos 1388

- Links: Goodreads; The Romance Reader; Fiction Review; Fantastic Fiction autora e livro; The Intrepid Reader; entrevista da autora no A Romance Review. Para quem ainda não sabe, Kinley MacGregor é um pseudônimo da autora SherrilynKenyon. 

Bacci!!!

Beta

ps.: A título de informação, no próximo dia 2, meu pirata literário-boleiro favorito sopra mais uma velinha no bolo (ou o equivalente hipster disso hahaha)
Reações:

2 comentários :

  1. Beta, eu não tenho certeza, mas levando em consideração o histórico de cortes da NC me leva a crer que ele tá mutilado também. Gosto do Morgan desde que ele apareceu em Coração Pirata, que aliás, é ainda mais delicioso de ler.
    O Jack e a Lori são uma delicia de casal.


    Bj

    ResponderExcluir
  2. UAU: Kinley MacGregor é Sherrilyn Kenyon !!!

    ResponderExcluir