sábado, junho 08, 2013

Ciao!!!



Sabe quando você fica muito curiosa pra ler um livro? Foi meu caso com esse e o outro ligado a ele. Tanto que, respaldada por boas indicações (Tonks e Andrea, as culpadas), eis uma edição portuguesa, via Wook, desembarcando no Literatura de Mulherzinha.

Tabu – Jess Michaels – Quinta Essência
(Taboo – 2009 – Avon Red)
Personagens: Cassandra Willows e Nathan Manning, conde de Blackhearth

Um reencontro mostrou que a Nathan ainda vivia com muita amargura por ter sido abandonado sete anos antes e queria a desforra. E sabia muito bem qual “incentivo” usar para ter Cassandra à sua mercê, até se decidir por uma esposa decente do nome de sua família. A separação não tinha sido fácil para Cassandra, que reconstruíra a vida e se estabelecera como uma renomada modista, além de ter um negócio paralelo onde a discrição era sua maior aliada. Até que o amor do passado ressurge exigindo que ela se torne sua amante ou tudo que ela construiu será destruído por ele num piscar de olhos.

Comentários:

- Sim, é a trama batida que você já viu em trocentos outros livros. E se você leu muitos destes trocentos, vai matar logo uma das charadas desta história (e olha que eu sou uma parva pra este tipo de coisas, sempre tiro conclusões nada a ver com coisa alguma – para desespero do meu meticuloso eu escorpiano deve ser coisa do indeciso e criativo ascendente geminiano). E apesar disso, posso dizer: FUNCIONA. O livro funciona que é uma beleza. Você não vai querer parar de ler até chegar ao ponto final. Sério.

- Temos o retorno do filho pródigo à Inglaterra. Nathan ficou anos exilado na índia, para onde viajou para se curar de ter sido abandonado pela namorada, Cassandra. Eles haviam combinado de fugir para Gretna Green, onde se casariam, mas ela o deixou esperando na chuva. E quando ele voltou para casa, recebeu uma carta onde comprovava que ela tinha outro homem. E justamente no retorno, socialmente, eles se viram na casa da tia dele, que era cliente dela. Toda a raiva, amargura, ressentimento voltaram. E ele se viu elaborando um plano para que finalmente pudesse se vingar de ter sido abandonado.

- Cassandra é um personagem fascinante. De garota romântica e apaixonada, destroçada pela vida, se reconstruiu e tornou um dos nomes que ditava a moda na alta sociedade inglesa. Além disso, o emprego “secreto” de fazer brinquedos eróticos também a tornou conhecida de muitos lordes, público-consumidor. De alguns, bem selecionados, ela se tornou amante (o que adorei. Ainda mais porque ela não tinha motivo para ficar chorando pitangas por Nathan). E ele se ressentia disso tudo. De ela não ser uma pobre chorona que lamentou cada dia sem ele. E é o que motiva a vingança. E quanto mais a gente lê, mas entende o quanto ele, mimado, não a merecia antes e muito menos agora.

- As cenas de intimidade entre eles são muito quentes, inspiradoras e diretas. Nada de eufemismo, nada de deusa interior saltitante. Há química entre eles – são extremamente compatíveis – o que não há é outra coisa, que só é nomeada na reta final da história e, por isso, não vou contar aqui. O livro é muito bom, tem tudo que eu gosto em uma história na dose correta, pena que dá a sensação de acabar rápido demais. E serviu como um ótimo cartão de visita da autora para mim e para o Literatura de Mulherzinha.

De acordo com a Tonks, ele está relacionado a uma série - Irmãs Albright – mas confesso que não entendi a ligação.

1. Everything Forbidden (2007) – Emoções Proibidas, Quinta Essência, Portugal   
2. Something Reckless (2008) – Sedução Perigosa, Quinta Essência, Portugal
2.5. TabooTabu, Quinta Essência, Portugal
3. Nothing Denied (2010) – Força do Desejo, Quinta Essência, Portugal


Bacci!!!

Beta
Reações:

4 comentários :

  1. Olá! Ainda não conhecia o blog. Adorei e estou seguindo.

    Isa
    http://www.verbosdiversos.com/

    ResponderExcluir
  2. Se não me engano e a minha memória de Dolly não me falha, as mocinhas do volume um, dois e três são irmãs. Já a mocinha desse dois e meio era amante de um dos mocinhos, não sei qual. Bem , era isso ou ela estava envolvida de outra forma com o rapaz. rs

    Eu li o 2.5 e o terceiro volume. Gostei muito, acho que esse lance de homem dominador combina mais com o homem histórico, né? Eu acho que você vai gostar mais do volume três. Eu já comprei o primeiro que saiu recentemente em Portugal. \o/

    bjokas

    ResponderExcluir
  3. Vocês atiçam minha curiosidade freqüentemente !!! Um aparte: existe um livro chamado "Deusa Interior", muito interessante, se quiserem ler para exorcizar ... ^^

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha!!!! Já não era sem tempo.

    De fato, não ter Deusa Interior saltitante e uma mocinha que soube levantar, sacodir a poeira e dar a volta por cima sem chorar as pitangas é tudo o que eu gosto!!!!!

    Bem, juntando a minha memória de Dolly com a da Tonks, dá prá esclarecer que o marido da mocinha do primeiro livro foi amante da Cassandra e tinha muita consideração por ela. Daí a ligação e acho que por isso é o livro 2,5: tem relação, mas não é intimamente ligado às outras histórias.

    Ainda vou comprar o outro que saiu agora, estou esperando o cartão virar. Aff...

    Aguardo ansiosa pela resenha de Força do Desejo, o famoso livro da capa vermelha! Chama os bombeiros!!!! kkkkk

    Beijos!

    ResponderExcluir