sábado, abril 14, 2012

Ciao!!!

Sabe como é… Não perco uma chance. Mal de jornalista que vira blogueira... Volta e meia, mando e-mail para as autoras. Algumas respondem, aí banco a super cara de pau e peço uma entrevista para o Literatura de Mulherzinha. Foi assim com a Patricia Grasso, Deborah Simmons e, mais recentemente, a Sandra Marton e a Natalie Anderson.

Agora, imagina quando a autora descobre o LdM nas redes sociais e visita, re-visita e deixa recado! Era bom demais pra perder, né? Foi o que aconteceu com a Nicola Marsh, autora do livro Calor da Paixão, entre outros. Aí mandei e-mail, ela aceitou o convite para ser a entrevistada do Abril Imperdível e o resultado você lê agora!



LdM - Quando criança, eu também sonhei em ser jornalista e viajar pelo mundo (culpe os documentários e as revistas da National Geography’s). Agora sou jornalista, mas não viajo. Então, como você resolveu seguir uma carreira na área de saúde como fisioterapeuta? Agora, você é uma escritora full-time?
Nicola Marsh - I loved writing at school and kept a daily journal all through high school (and beyond!) but here in Australia, we do work experience in Year 10 to get a feel for jobs we may be interested in pursuing. My Nan worked in a geriatric rehab hospital at the time so I arranged to do 2 weeks in a physiotherapy department. Until that point, I didn’t know what a physiotherapist did! But I enjoyed it so much I changed my preferences and pursue that as my career. 4 years at university, 13 years working as a physiotherapist, I never lost sight of my dream to write and one day I tired of saying ‘I’m going to write a book’ and actually did it. I haven’t looked back!
- Eu adorava escrever na escola e mantinha um diário durante todo o Ensino Médio (e além!), mas aqui em Austrália nós temos a experiência de trabalhar no Ano 10 pra ter uma aproximação dos carreiras que a gente possa se interessar em seguir. Minha avó trabalhava em um hospital de reabilitação geriátrica na época então eu consegui o trabalho por 2 semanas no departamento de fisioterapia. Até aquele momento, eu não sabia o que um fisioterapeuta fazia! Mas eu gostei tanto que mudei minhas preferências e a escolhi como minha carreira. Quatro anos na universidade, 13 anos trabalhando como fisioterapeuta, nunca perdi de vista o meu sonho de escrever e um dia eu cansei de dizer que “eu vou escrever um livro” e então fiz isso. Eu nunca olhei para trás!

LdM - E eu vejo em seus livros que eles se passam na Austrália, mas alguns deles com tramas em outros países (porque você gosta muito de viajar). Como isso te inspira. É algo do tipo “novas experiências, novas ideias”? Qual foi a mais inesperada inspiração que você teve durante uma viagem?
Nicola Marsh - Travelling is always great inspiration: the sights, the people, the culture. I’ve been lucky enough to travel extensively before kids. These days, all my travels are armchair (TV, books, Internet).Still great plot fodder!
- Viajar é sempre uma grande inspiração: as vistas, o povo, a cultura. Tive muita sorte de viajar bastante antes das crianças. Atualmente, todas as minhas viagens são da poltrona (TV, livros, internet). Ainda sim, um grande inspirador de enredo!

LdM - Ainda falando sobre as suas viagens, você já veio ao Brasil ou algum país da América do Sul? Acho que você iria gostar muito!
Nicola Marsh - Sadly, I haven’t been to South America. Brazil is an intriguing country, I’d love to visit one day!
- Infelizmente, nunca estive na América do Sul. Brasil é um país intrigante, adoraria visitá-lo um dia.

LdM - Sabemos que a criação de enredos e personagens nos livros segue o que aconteceu ou está acontecendo na sociedade. Um livro escrito nas décadas de 60 ou 70 não é parecido com os escritos atualmente. Como leitora e como escritora, na sua opinião, qual foi a mudança mais significativa: as mulheres mais poderosas, os homens mais vulneráveis (mesmo quando eles escondem isso) ou algo mais?
Nicola Marsh - I love how books evolve with the times and I enjoy writing modern stories for contemporary readers. One of the things I like is creating strong, empowered women who know what they want and aren’t afraid to go out and grab it with both hands. And creating her match in every way, an equally strong hero with a delicious hint of vulnerability beneath his tough-guy exterior.
- Eu adoro como os livros evocam as épocas e eu curto escrever histórias modernas para leitoras contemporâneas. Uma das coisas que eu gosto é criar mulheres fortes e poderosas que sabem o que querem e que não tem medo de ir atrás e pegar com as próprias mãos. E criar o par dela em cada detalhe, um igualmente forte herói com uma deliciosa pitada de vulnerabilidade por baixo do exterior de cara durão.

LdM - Agora em abril, estou publicando post sobre Wild nights with her wicked boss (aqui no Brasil, Calor da Paixão) e me encantei com Jade Beacham. Eu a descrevi como um cisne em crise de identidade, ao descobrir que vários aspectos da vida dela não eram como pareciam. E ela simplesmente largou tudo e tentou construir uma vida sozinha. Sobre o livro, queria saber por que o Alasca como cenário que se tornou uma parte importante da história?
Nicola Marsh - I set this book in Alaska after traveling there for my honeymoon! It was great fun creating a story for Jade and Rhys based around actual places. (and yes, I canoed at Glacier Point too!)
- Situei este livro no Alasca depois de viajar para lá na minha lua-de-mel! Foi uma grande diversão criar uma história para Jade e Rhys inspirada em lugares atuais (e sim, eu também andei de canoa em Glacier Point!)

LdM - Confesso que adoro visitor seu site depois de ler um livro par aver o que te inspirou a escrevê-lo. Na minha opinião, é como um elo entre o seu trabalho e a nossa experiência com o livro. Por que você considera importante compartilhar esta informação conosco, as leitoras?
Nicola Marsh - As a reader, I love hearing about the inspiration behind a book so thought my readers would appreciate the same courtesy from me. It’s always fun adding the ‘Under the Covers’ section to my website for each book because I know readers enjoy learning the background behind each story.
- Como leitora, eu adoro saber sobre a inspiração por trás do livro então pensei que as minhas leitoras apreciariam a mesma cortesia da minha parte. É sempre divertido adicionar a seção “Under the Cover” no meu website para cada livro porque eu sei que as leitoras gostam de ler os bastidores por atrás de cada história.

LdM - E para finalizar, por favor, deixe uma mensagem para as suas leitoras brasileiras que vão ler esta entrevista no Literatura de Mulherzinha.
Nicola Marsh - Thank you so much for buying my books, for reading them, and for taking the time to review them. I always love hearing from readers so stay in touch. Happy reading!
- Muito obrigada por comprar meus livros, por lê-los, e por encontrar tempo para publicar resenhas sobre eles. Eu sempre amo ouvir dos leitores, então mantenha contato! E feliz leitura!

E aí, gostaram? Eu adorei! Vale visitar o site official da Nicola Marsh e conferir o que eu achei de Calor da Paixão, o livro dela no Abril Imperdível!

Bacci!!!

Beta
Reações:

9 comentários :

  1. Oi, Beta!

    Parabéns pela belíssima entrevista é muito bom saber um pouquinho das autoras dos nossos queridos romances.

    Beijos
    Luciana

    ResponderExcluir
  2. Esse abril está imperdível mesmo!

    Adorei a entrevista.

    Sempre arrasando!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Ora, mas que entrevista linda e ótima !!! Eu adorei esse cuidado e essa delicadeza de Nicola Marsh quanto a escrever um "Under The Cover" !!! ^^ Excelente mesmo !!!

    ResponderExcluir
  4. Beta!

    Adorei a entrevista!!!
    Como sempre, você perguntando tudo o que eu queria saber! hihihihih

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oh, eu adorei aquele penteado franzido trançado também !!! ^^

    ResponderExcluir
  6. Thanks for a great interview, Beta.

    Happy blogoversary!

    ResponderExcluir
  7. Amei a entrevista! Parabéns! Eu já era fã dessa autora, agora fiquei ainda mais! Que pessoa mais simpática!

    ResponderExcluir
  8. Muito simpática mesmo: "happy blogoversary !!!" ^^

    ResponderExcluir
  9. hiper legal a entrevista, legal saber mais das nossas idolas da escrita

    ResponderExcluir