sábado, dezembro 17, 2011

Ciao!!!

Capa Brasileira

                                  With Open Arms também reúne as duas histórias de Regressos.

É o lançamento mais recente da Nora Roberts (tema de um post muito meloso para Papai Noel). São duas histórias lançadas originalmente na década de 80 (como vocês vão reparar nas capas originais). E pela quantidade de capas que encontrei, vão perceber que caíram no gosto dos leitores...

                                                                      Capa original

    (o moço está tomando iogurte?)

                                                  Relançamento (Language of Love edition):

           Também é parte do livro Where the heart is

O protetor – Nora Roberts
(Her mother’s keeper – 1983)
Personagens: Gwenivere “Gwen” Lacrosse e Luke Powers

Gwen estava de volta para Nova Orleans, para todos os cheiros e sons da Louisiana. Um contraste com a correria de Manhattan, para onde ela fora pretendendo vencer. Agora, como auxiliar em uma revista de moda, retornava para casa, com um objetivo em mente: afastar a mãe, inocente e sonhadora, do aproveitador Luke Powers. Afinal de contas, um homem mais jovem não teria as melhores intenções... Até a hora em que ela e Luke se conheceram e Gwen passou a sentir a estranha vontade de que Luke se aproveitasse dela – só não teria coragem de admitir isso...

Comentários:

- Não precisa ser gênio pra entender o rumo que a história vai ganhar. Gwen retorna para casa querendo salvar a mãe de ser usada por um homem. No entanto, esta “missão” esconde vários outros sentimentos confusos que ela ignorava: a tão sonhada vida em Nova Iorque não a satisfazia completamente; ela havia perdido a paciência com o seu atual relacionamento, Michael... O tempo em Nova Orleans era, sem que ela assumisse, uma pausa para reflexão. No entanto, ela estava preocupada com as constantes menções sobre Luke nas cartas da mãe. Mas ao conhecer o dito Luke fica confusa, confusa...

- Cá entre nós, dá a maior vontade de dar uma situada na Gwen. A mãe dela é viúva, tem todo direito de reconstruir a vida dela, caso assim deseje. Quem ela pensa que é para tirar conclusões e partir em disparada querendo expulsar o “meliante”. Só não contava que a temporada em casa, colocasse as certezas em xeque e ela se visse atraída por ele. A gente acompanha o conflito, o desenrolar da atração entre eles e fica imaginando quando que a Gwen vai se mancar de que focinho de porco não é tomada!

- A propósito, demorei para me mancar que não era um livro recente da Nora Roberts (culpem o estresse pela pasmaceira): fui ter uma pista quando Luke mencionou que iria datilografar o livro e a certeza quando vi a capa original, que remete à coleção Fascinação publicada no Brasil.


                                                                        Capa original

                                                     Relançamento (#magnumfeelings)

                                                                    Western Skies
                                                      Também é parte do livro Hand of Fate.

Canção do Oeste – Nora Roberts
(Song of the west - 1982)
Personagens: Samantha Evans e Jake Tanner

Samantha largou a vida na Filadélfia e correu para o Wyoming, onde a irmã gêmea e grávida precisava de ajuda. Ela não se importou de fazer companhia até o bebê nascer. Só não contava em atrair o interesse, as implicâncias do fazendeiro vizinho Jake Tanner. Ele decidiu interferir em sua rotina, se tornou uma e a companhia constante, apesar de ela manifestar que não tinha interesse em um homem que se casaria com outra...

Comentários:

- Samantha e Sabrina eram gêmeas idênticas, com o temperamento totalmente distinto: Sabrina ficara com a doçura e Samantha com a força. Incentivadas pelas mães, foram obrigadas a fazer todo tipo de cursos para se tornarem damas: música, culinária, balé... O que não impediu que Samantha se tornasse uma campeã olímpica de ginástica. Nem preciso dizer que o passado “Nadia Comaneci” (pelo ano em que foi escrito, deve ser uma das inspirações da personagem) dela me interessou, né? (apesar de eu sempre terminar irritada com os jurados. Tenho vontade de mandá-los fazer os exercícios pra saber se são tão bons assim...)

- Os cowboys da Diana Palmer (ainda mais os irritantes) poderiam fazer um curso com o Jake: ele decidiu que queria Samantha, a avisou das intenções e partiu para o ataque. Você leitora esperta percebe que ela não terá a menor chance, mas é bem divertido ver Samantha negar e brigar com o óbvio. Em outros livros, talvez a história até rendesse mais, só que este também foi escrito para a série Fascinação gringa, então, mantém o estilo... apesar de ficar evidente as faíscas entre Jake e Samantha quando eles caíam em tentação...

* De uma forma geral, Regressos trata do retorno ao lar e de como nada mais será o mesmo a partir disso. Gwen estava insatisfeita. Samantha não pretendia mudar de vida, mas se encantou com o ritmo do Wyoming. Gwen, como Dorothy, entendeu que não há nada como nosso lar... E Samantha descobriu que lar é onde o coração está! Leitura de um tema aparentemente comum escrito pela Diva. Cá entre nós, basta pra gente ler logo, né?

* Link: Nora tem site oficial, há lista dos livros dela no Fantastic Fiction e recomendo o site Nora Roberts Brasil.

Bacci!!!

Beta
Reações:

4 comentários :

  1. Oie!

    Eu sou meio suspeita em falarm já que adoro os livros da Nora kkkk

    Adorei sua resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Amei a capa e apesar das histórias parecerem simples é leitura garantida. Nora é imperdível...
    Bjkas,

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  3. Oi, Beta!

    Não sou muito chegada a Nora Roberts, como você já sabe. Então, não me animei muito, mas resolvi escrever porque as capas surreais foram um incentivo irresistível, o que era aquilo?

    Aquele cara mondrongo tomando iogurte? Outra com o sósia do Magnum com chapéu de cowboy? E os desenhos bregas?

    Jesus! Não sei se rio ou se choro...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Tem uma névoa estranha sobre Nora Roberts formando-se pelo ar e tomando espaço sem pedir permissão ... ^^ Oh, meu armário abarrotado obeso mórbido ...

    ResponderExcluir