domingo, dezembro 05, 2010

São livros como este que me fazem ficar feliz por ter o Literatura de Mulherzinha. Motivo simples: você já leu – e irá ler – várias resenhas onde eu reclamo de autoras que sempre fazem “samba de uma nota só”: todo italiano nasceu na Sicília, é vingativo e pega o que quer e faz gato e sapato de quem quiser. Até que encontro algumas pessoas que escrevem histórias como esta e mostram que ainda posso ter esperanças!

Nosso Amor – Rebecca Winters – Harlequin Special 33 (Baby on Board)
(Accidentally pregnant – 2010 – Mills & Boon Romance)
Personagens: Irena Spiros e Vincenzo Antonello

Todos em volta com pena de Irena porque tinha sido abandonada pelo noivo e ela estava quase feliz pela chance de recomeçar. Só não era tudo perfeito porque ela estava grávida, mas tinha dúvidas de quem era o pai. Podia ser o ex-noivo, mas poderia ser Vincenzo, o italiano encantador que a pedira em casamento. E foi ele quem era procurou, contou a verdade e recebeu apoio irrestrito. E manteve o pedido de casamento, que também o ajudaria a resolver uma situação familiar. Enquanto esperavam pela chance de descobrir quem era o pai do bebê a caminho, poderiam tentar construir uma relação que começou de forma apaixonada durante uma viagem a trabalho à Itália...

Comentários:

- É uma história diferente do que estamos acostumados a ler. Primeiro porque se trata da transição entre dois relacionamentos. Segundo, porque a mocinha não sabe quem é o pai do filho que espera. E nem pense em vir com 20 pedras na mão, porque Irena não é uma vadia doidivanas – o rompimento do confortável relacionamento entre ela e Andreas e o início de um relacionamento com Vincenzo foram tão rápidos que era para deixar qualquer um baratinado.

- E claro que, ao ver a trama criada por Rebecca Winters, você torce para que o bebê seja de Vincenzo e que tudo dê certo. Porque pense a seguinte trama: “italiano milionário se envolve com jornalista grega. Ela fica grávida e não sabe se o filho é dele, mas ele a quer de qualquer maneira e está disposto a tudo.” Você pode imaginar o que acontece: ele se impõe, chantageia, seduz, diz um “eu te amo” quase arrancado no fim, depois de forçar os limites da paciência da leitora que deseja profundamente o fim da história pra pegar outro livro. Pois é, ISSO NÃO ACONTECE AQUI! Temos um italiano que escuta (!), que compreende (!!), que apóia (!!!), que busca soluções (!!!!), que compartilha o problema dele até certo ponto (o que é melhor que o NADA COMPARTILHADO das demais versões) (!!!!!), que também tem uma história de sofrimento e precisa de apoio (!!!!!!) e que se preocupa com ela (!!!!!!!) e que coloca o bem-estar dela à frente do dele (!!!!!!!!). Claro que ele não conta TUDO o que se passa na cabeça dele, toma algumas decisões sem consultá-las e os dois, em muitos momentos, não conversam sobre seus medos, mas o livro é uma evolução tão grande em relação ao “mais do mesmo” de sempre, que eu perdôo tudo. Sem contar que a trama se passa em diferentes cidades da Itália, apesar de Vincenzo ser de Milão e que o filho dele é uma fofura só (sim, daquele tipo de criança de comercial de margarina, fofa até a alma).

- Não achei site da autora. Só referências em outros sites. É o mesmo caso de Raios de Sol, o livro faz parte de algumas séries. Vou tentar explicar:

* Bachelor Dads (“Papais Solteirões)

De acordo com o Fantastic Fiction, o tema destes livros é ligado ao da série do Trem-Bala (peguei este nome no sebo, afinal de contas é a construção de um trem-bala que une os protagonistas dos livros). Como não me lembro de citações de personagens na série do Trem-Bala, desconfio que é pela semelhança do tema: homens solteiros, ricos, lindos e poderosos que descobrem que serão pais e como isso transforma suas vidas.

1 - Amor à primeira vista (The Billionaire and the Baby)- Rebecca Winters - Sabrina 1252
2 - Só faltava você (His Very Own Baby)- Rebecca Winters - Sabrina... a cegonha chegou 82
3 - Um bebê de presente (The Baby Discovery) - Rebecca Winters - Sabrina... a cegonha chegou 71
4 - Raios de Sol – Harlequin Special 30 (Baby on Board)
5 - Nosso Amor – Harlequin Special 33 (Baby on Board)

* Este livro é a seqüência/complemento de Raios de Sol (que a Lidy achou que era delírio da minha mente, mas não era. Existe. E a sequência também...), onde é narrado os motivos que levaram Andreas a romper o quase compromisso com Irena, apesar de só aqui ficar muito claro que ela também queria o rompimento. No entanto, não vi um nome específico para esta dupla de histórias.

- Série totalmente recomendada, ainda mais se você estiver meio enjoada de ler o de sempre. Não terá grandes momentos de paixão e cenas quentes, mas algo bem mais próximo da nossa rotina (é um problema sério que precisa ser resolvido, não importa se você é pobre ou milionário, com sérias conseqüências para o futuro dos envolvidos).

E a capa original é diferente da capa brasileira. Mas as duas são bonitas.


Bacci!!!

Beta
Reações:

6 comentários :

  1. "* Este livro é a seqüência/complemento de Raios de Sol (que a Lidy achou que era delírio da minha mente, mas não era. Existe. E a sequência também...)"
    Ainda acho que é delírio. Tipo, dois mediterrâneos - um grego, um italiano - que são gente... De sangue, carne, osso, emoções e sentimentos não-mesquinhos, na mesma série, da mesma autora? Olha, tem algo errado. Ou certo. Ah, você entendeu.

    ResponderExcluir
  2. rsrs... Fiquei interessada nesse livro agora, Beta! Talvez eu o leia em breve.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oie Beta!

    Qua bom que a harlequin lançou a continuação, estou muito curiosa pra ler hehehe.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi, Beta!

    Li o livro ontem e achei o máximo! Gente, que italiano é esse, que gregos são aqueles do outro livro!

    Sabe o que eu mais gostei: não tem estereótipo nenhum, são pessoas com sentimentos, gente que acerta e erra, que lida com a vida como ela é, uma caixinha de surpresas!

    E o enteado, Dino? Gente, que criança super fofa!

    Adorei a história, super recomendado. Acho até que gostei mais dela que a do livro anterior.

    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Ai, ai... adoro livros com pessoas normais, que fazem coisas normais e que enfiam o pe na jaca... Muito diferente desses super-homens sem sentimento que andam por ai.

    ResponderExcluir
  6. Oi Beta,

    Acabei de ler , e confesso que comprei porque li sua indicação aqui. realmente é lindinho. agora preciso ler toda a série, ai ai...

    um abraço

    ResponderExcluir