domingo, agosto 15, 2010

Eu gosto de esportes. Quem lê o LdM já descobriu isso (ainda mais em ano de Copa do Mundo, né?). E eu sou fã de automobilismo – ok, nenhuma novidade para os frequentadores do LdM. Aí quando Nora Roberts resolve ambientar uma história na competição dos homens velozes em carrinhos coloridos, obviamente podem concluir que eu fiquei contando os minutos até poder ler...

Coração Vencedor – Nora Roberts – Rainhas do Romance 42
(The heart’s victory -1982 – Silhouette Special Edition)
Personagens: Cynthia “Foxy” Fox e Lancelot “Lance” Matthews

Depois de tanto tempo, Foxy estava de volta ao mundo das corridas – desta vez, a trabalho: seria a responsável pelos registros fotográficos da temporada para ilustrar o livro que Pam Anderson estava escrevendo. Com a vantagem de poder conviver mais com Kirk, um dos principais pilotos e seu irmão. E a desvantagem de reencontrar o ex-piloto e agora dono de equipe, Lance Matthews. Seis anos antes, ela o idolatrou e foi duramente rejeitada. Agora não tinha intenção de repetir o erro... Mas Lance estava ainda mais bonito e provocante e perto o tempo todo... E agora ele a queria. Será que Foxy poderia perdoar e permitir viver esta paixão, apesar de tudo que ainda estava não-dito entre eles?

Comentários:

- “Nós temos um tempo para pedir e Deus tem um tempo para dar. Na maioria das vezes, ambos não coincidem.” Ouvi esta frase de meu melhor amigo uma vez e nunca a esqueci. E ela cabe perfeitamente neste livro. É uma história sobre a falta de timing dos protagonistas. Eles se gostam. Mas Lance é mais velho e não quis “abusar” de uma adolescente, por isso, a rejeitou. Foxy ficou magoada e seguiu a vida trabalhando como fotógrafa até reencontrá-lo seis anos depois. A atração ainda existe, assim como o medo de Foxy de ser ferida e humilhada novamente. No entanto, Lance agora a quer e fica presente o tempo todo. Isso confunde Foxy que não consegue entender o que ele quer de verdade. E quando o mundo parece desabar em cima dela – e aí que Lance entra em ação: a pede em casamento e não aceita “não” como resposta. Pensou em happy end? Calma, ainda estamos na metade do livro. Os dois têm muito chão pela frente para acertar o timing, o passado e o presente entre eles para que possam ter um futuro juntos.

- É uma história cheia de coisas “não-ditas”. Lance não explica o que faz. A rejeição de seis anos antes tinha uma razão correta, mas poderia ter sido feita de outra maneira. O plano de aproximação e sedução tinha objetivo, ele queria que ela voltasse a confiar nele, superasse a mágoa. Mas o pedido de casamento foi totalmente despropositado – se aproveitou de um momento de extrema fragilidade dela e ainda a colocou em um ambiente desconhecido para ela que não era bem vinda lá (e pessoas da família dele não disfarçavam a vontade de não ter que vê-la). E Lance se esqueceu de que a vida de Foxy não tinha sido fácil, que ela tinha traumas sérios a lidar (porque, cá entre nós, o que Foxy passou com a morte dos pais e o acidente do irmão não permitiria que superasse o trauma – teria que aprender a viver com isso.) e que tinha sido eternamente segundo plano para outros e que chegaria a hora em que ela não iria querer isso. E por mais que queira acertar e tenha as melhores intenções, Lance não dá essa impressão à Foxy até que seja quase tarde demais.

- Pausa para um comentário: a mãe de Lance, Catherine Matthews, é uma mala sem alça. De griffe. Mas uma mala sem alça. E Melissa, a parente boazinha, é um espetáculo de bom humor e tiradas espertas. Merecia livro próprio (porque fiquei curiosa a respeito das maquinações dela para convencer Jonathan a pedi-la em casamento no Natal...)

- Casal sem timing e que não sabe dizer o que sente até que não haja saída. Nas mãos de Nora Roberts, não preciso dizer que vale a leitura. Nem que seja para você falar que não gostou depois porque ele era um egoísta insensível e ela, uma vítima do destino. Ou para você dizer que o amor entre ambos era tão grande que acabou com a sensatez de Lance e deixou Foxy numa confusão infernal...

Bacci!!!

Beta
Reações:

7 comentários :

  1. Eu lamento por eu não ter inclinação para esporte, a não ser futebol por ocasião de copa mundial ou um basquetinho ou um voleizinho de quando em quando por ocasião de algum campeonato que lote minha saleta de familiares palpiteiros.

    O que mobiliza-me mesmo, que eu lamento muito a ponto de ficar enraivecida quando não posso assistir, é patinação artística no gelo. Então não fiquei entusiasmada por "Coração Vencedor" (lamento !).

    Todavia você conseguiu entusiasmar-me por "Meu Querido Escocês", cuja sinopse de banca não fez com que eu sentisse vontade de comprar. Eu já adquiri um exemplar deste livro de Sandy Blair. O que eu terminei de ler, que estava em meu poder em meu acervo de lista de leitura, foi aquela Trilogia Sayerne, de Claire Delacroix, que escolhi ler entre minhas pendências de leitura graças ao seu entusiasmo pela trilogia. Eu terminei "Mulher Desejada" há pouco tempo e tenho a dizer, ecoando você novamente: AMEI !!! AMEI !!! AMEI !!! ^^

    Um beijo !!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Beta!

    Bem, pode ser da Nora Roberts mas não me cativou, não.

    Sei lá, acho que o casal não emplacou e me peguei muitas vezes com vontade de pular umas páginas...

    Definitivamente, o timming deles não combinou e acho que nem depois de tudo acertado. Fiquei com uma sensação de vazio na história, sei lá. Mas é impressão minha, pois tenho certeza de que muita gente gostou e aí vai da opinião de cada um, né?

    Mas não deixem de ler. Acho que esse é um daqueles livros tipo ame ou odeie, por isso não podemos deixar de ler.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Beta!
    Bom, adoro automobilismo e amo Nora,

    Gostei muito desse livrinho e mesmo ele sendo antigo ( apesar da publicação recente no Brasil), achei muito boa a história.
    Faça uma visita no meu site noraroberts.com.br, como compartilhamos o gosto por NR, acredito que gostará.
    bjsss
    Rosana

    ResponderExcluir
  4. Ciao, Sil!

    Não lamente, mas também não abra mão destes livros. O esporte é mero detalhe. Quem gosta, como eu, talvez pegue coisas a mais, mas não compromete a trama principal.

    Que bom saber que o LdM trouxe boas dicas de livros para você. Tento compartilhar aqui as minhas experiências e trocar informações com outras leitoras. Afinal de contas, ler é o que interessa e eu adoro bons romances!!!

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  5. Ciao, Andrea!

    O problema da falta de timing do casal realmente deixa a leitura travada. Mas isso é minha opinião, prefiro que todos leiam e a gente conversa aqui nos comentários. Vai que estava em um mau dia, né???

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  6. Ciao, Rosana!

    Como disse, fiquei meio estressada com o descompasso do timing do casal, mas gostei do livro.

    E eu já visitei seu site, é uma das minhas fontes confiáveis e favoritas de pesquisa sobre NR ;)

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Beta!

    Acabei de ler esse livro e como vc não entendi muito bem o Lance... o achei extremamente frio, gélido, glacial... o tempo todo a Nora descreve ele assim!

    Enfim... eu também queria a história da Melissa e do Jonathan que parece bemmmmmmmmm interessante!

    E por fim... dei nota 5, em consideração ao talento especial da Nora... que sabemos bem que é capaz de criar mocinhos inesquecíveis!

    bjos
    Mara

    ResponderExcluir